quarta-feira, 29 de abril de 2015

Lotação em São Vicente ficará mais barata


Lotação em São Vicente ficará mais barata

O novo preço “deve entrar em vigor nos próximos dias”. Segundo a Cooperlotação, será na sexta-feira 1º de maio.

São Vicente reduzirá a tarifa das lotações. Quem garante é o prefeito Luís Cláudio Bili (PP), que já contatou a Cooperativa de Trabalho e Serviços do Transporte Rodoviário Alternativo de Passageiros (Cooperlotação) para informar sobre a redução do bilhete, de R$ 3,10 para R$ 3,00. O novo preço “deve entrar em vigor nos próximos dias”. Segundo a Cooperlotação, será na sexta-feira.

A redução atende a uma recomendação do Ministério Público (MP) do Estado, que, por meio da Promotoria dos Direitos do Consumidor de São Vicente, entendeu que os R$ 0,10 inseridos na passagem para serem repassados ao Fundo Municipal de Saúde representam “prática comercial abusiva”.

A taxa não existia até o dia 23 de março, quando passou a vigorar o Decreto nº 4117-A, que prevê o repasse de R$ 0,10 por passageiro a o Fundo Municipal de Saúde – até então, a tarifa custava R$ 2,60.

Conforme A Tribuna noticiou no dia 24, o caso foi parar na Justiça, com a abertura de um inquérito civil. Conforme o andamento das investigações, o processo poderia se tornar uma ação civil pública, o que levou Bili a tomar a decisão.

A representação apontando irregularidades no reajuste concedido pela Administração no mês de março foi apresentado pelos três vereadores da oposição: Pedro Gouvêa (PMDB), Léo Santos e Perivaldo de Oliveira Santana, o Perivaldo do Gás, o Perivaldo do Gás (os dois últimos, do PSB).

No documento, os três condenavam o reajuste de quase 20% (a tarifa foi de R$ 2,60 para R$ 3,10) e apontavam a cobrança dos R$ 0,10 ao Fundo Municipal de Saúde como inconstitucional.

Contra a lei

No entendimento do promotor José Antonio Cabral Garcia, da área de Direitos do Consumidor, a cobrança representa “a criação, por decreto, de tributo a ser pago pelos usuários do transporte público coletivo visando o custeio da saúde pública na Cidade”, Ele chegou a classificar como “louvável a busca por outras fontes de receita para a saúde pública”, mas destacou que, nos moldes como a taxa foi instituída, fere-se a legislação vigente.

Além disso, em razão de o transporte público ser um serviço terceirizado no município, o promotor destacou que o Código de Defesa do Consumidor deve ser levado em conta diante de práticas abusivas. Com um reajuste de 20%, “qualquer acréscimo no valor da tarifa que não se relacione, diretamente, à prestação dos serviços é indevido, por afrontar a lei”.

Fonte:  A Tribuna On-Line VICTOR MIRANDA 29/04/2015 - 06:59 - Atualizado em 29/04/2015 - 08:52

Passagem de ônibus em Santos deve subir para R$ 3,25


Passagem de ônibus em Santos deve subir para R$ 3,25
Atual concessionária do transporte coletivo, Piracicabana foi a única classificada em licitação

A Viação Piracicabana foi a única classificada para a última etapa da concorrência pública para o transporte público municipal em Santos e deverá continuar responsável pelo ônibus. O resultado foi publicado nesta terça-feira (28), no Diário Oficial de Santos. A empresa cobrará R$ 3,25 pela tarifa, aumento de 12% sobre a atual, R$ 2,90.

A Comissão Especial de Licitação da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) desclassificou a outra concorrente, a Mobibrasil Transporte São Paulo Ltda, por não apresentar planilha com a composição dos encargos sociais previstos – uma exigência do edital.

Mesmo que tivesse com a documentação em ordem, a Mobibrasil ficaria em segundo lugar. Isso porque ela ofereceu valor maior para a passagem, de R$ 3,30 (preço máximo fixado pela CET).

A próxima e última etapa da licitação será a habilitação da primeira colocada, no dia 7 de maio. Se houver recursos e todos os documentos estiverem em ordem, Viação Piracicabana será declarada vencedora.


Fonte: A Tribuna On-Line 28/04/2015 - 20:09 - Atualizado em 29/04/2015 - 11:24

terça-feira, 28 de abril de 2015

CSTC em 1991 renova a frota




Nota:
A CSTC (Companhia Santista de Transportes Coletivos) foi EXTINTA em
30 de março de 2007. A CSTC foi constituída em 15 de março de 1976,
no lugar do antigo SMTC (Serviço Municipal de Transportes
Coletivos), criado em 1951.

Santos - Linha 100 - 24 anos circulando




sábado, 18 de abril de 2015

Chassi MBB sendo transportado




Chassi Mercedes-Benz 
e pelo que estava escrito na longarina em frente ao radiador, 
o identificava como OF-1418

Local: Cubatão/SP
Rodovia Cônego Domenico Rangoni
indo para o Guarujá-SP



Fotos e Postagem de João Manoel
Equipe Litoralbus

Litoral Sul - Fotos Antigas







Fotos da galeria da litoral sul de Itanhaém, nessa época os ônibus da litoral sul tinha cobrador
http://www.litoralsultransportes.com/antigas.php



Ônibus nas fotos:
MARCOPOLO TORINO GV - VOLKSBUS
Prefixos: 1010, 1020, 1030 e 1040

CIFEAL ALVORADA - MERCEDES-BENZ

CAIO VITÓRIA na garagem.


Fotos enviadas por Felipe Andrade Giannetti



Divulgação e Postagem: João Manoel da Silva
Equipe Litoralbus

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Lotação de São Vicente 291 com a pintura nova

Carroceria: Volare - Geração 3
Chassi: Agrale
Empresa: Transporte Alternativo de São Vicente-SP


Observação:
Lotação "velha" com a nova pintura padrão


Foto(s) e  Postagem de João Manoel
(Equipe Litoralbus)

Licitação do transporte coletivo em Santos só tem duas interessadas

Apenas duas empresas apresentaram propostas para a concorrência pública destinada a definir a futura permissionária do serviço de transporte coletivo de passageiros por ônibus, em Santos.

Uma delas é a atual responsável, a Viação Piracicabana. A outra é a MobiBrasil, de Pernambuco, que já opera linhas na Zona Sul da Capital, em Diadema e em Sorocaba. 

Vencerá a licitação a que apresentar a menor tarifa. Porém, o valor protocolado por elas na Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos, na sessão pública realizada nesta quarta-feira (15), não foi divulgado.

O teto estabelecido no edital para as participantes da disputa é de R$ 3,30. Os números apresentados atenderam essa exigência, segundo o diretor de Transportes Públicos da CET, Rogério Vilani.

Desde o lançamento da concorrência, foram registrados 23 pedidos para a retirada de edital. Deles, nove ou dez partiram de empresas do ramo de transporte.

Vilani acredita que o valor máximo de R$ 3,30 estipulado pela CET pode ter inibido a participação de um número maior de interessados, por entenderem que a tarifa seria insuficiente para arcar com as obrigações previstas no edital para a vencedora.

“Colocamos uma licitação na rua muito desafiadora para exigir a melhoria da qualidade do serviço. Não podemos correr atrás de empresas para participar da licitação. Nosso papel é fazer um edital que não restrinja a participação de empresas sérias e, ao mesmo tempo, que dê melhor publicidade possível sobre o assunto”, diz.

Próximos passos

A equipe técnica da CET analisará a viabilidade econômica das propostas. Ao encerrar essa etapa, será publicada no Diário Oficial de Santos a classificação da empresa com o menor valor da passagem. A previsão é que essa divulgação ocorra na próxima semana.

Uma nova sessão pública será marcada pela empresa municipal para a abertura dos envelopes com toda a documentação das empresas classificadas.

Na ocasião, será verificado o cumprimento das exigências do edital. Se tudo estiver em ordem, a primeira colocada será declarada vencedora. Caso contrário, estará desclassificada.

Rogério Vilani justifica que a inversão de fases de licitação foi uma estratégia adotada para agilizar o processo. Normalmente, verificam-se todos os papéis exigidos para, na sequência, avaliar as propostas comerciais.

Texta: SANDRO THADEU


Foto: Luigi Bongiovanni/A Tribuna

 Fonte: Jornal  Tribuna

http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/santos/licitacao-do-transporte-coletivo-em-santos-so-tem-duas-interessadas/?cHash=16837c8cf7183c6dad5b020d09a6446c


Postagem de João Manoel (Equipe Litorlbus)

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Piracicabana EMTU 7543 e 7544 - Ônibus Novos

Piracicabana EMTU 7544 e 7543



Empresa: Viação Piracicabana Baixada Santista-SP - EMTU
Carroceria: Marcopolo Torino 2014 - Fabr: 2015
Chassi: Mercedes Benz OF-1519/52 Blue Tec5 
Ano de fabricação: 2015
Foto(s): João Manoel da Silva
Local: Cubatão/SP - 14/04/2015 - Garagem da Breda


Fotos de 7543:

Fotos do 7544:



E.M.T.U. - Linhas & Itinerários




A Ética em Primeiro Lugar!
Obras de Livre Circulação Desde Que Respeitada
Os Direitos Autorais Fotograficos de Seus Autores  

Postagem de João Manoel (Equipe Litoralbus)

Moradores de Peruíbe amanhecem sem ônibus nesta quarta-feira

Moradores de Peruíbe amanhecem sem ônibus nesta quarta-feira

As vans do transporte alternativo serão a única opção para a população

A Prefeitura de Peruíbe rescindiu o contrato com a empresa Estrela Maior, que operava o transporte coletivo no Município desde 14 de julho de 2014.

Durante a manhã e a tarde de hoje, as vans do transporte alternativo serão a única opção para a população. Cobram R$ 2,00 de cada passageiro, R$ 0,30 a mais que os ônibus.

O Departamento Jurídico da Prefeitura estave reunido para estudar qual empresa assumiria o serviço de ônibus na Cidade por 30 dias. A decisão será tomada hoje à tarde.

Uma licitação já está em andamento para definir qual companhia gerenciará o transporte em Peruíbe. A vencedora será conhecida em 5 de maio e terá contrato de dez anos.


Dois motivos fizeram a prefeita Ana Preto (PTB) quebrar o contrato com a Estrela Maior: a falta de qualidade no serviço prestado à população e a revisão de contrato solicitada pela empresa.

Paralelamente, o Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários quer saber da Prefeitura como serão pagas as verbas rescisórias dos cerca de 70 empregados da Estrela Maior.

O secretário-geral, Eronaldo José de Oliveira, o Ferrugem, prometia agir na madrugada de hoje. “Não sabemos o local do protesto ainda, pois não há ideia de quem vai assumir o serviço em Peruíbe. De todo modo, estamos na rua para garantir os 70 empregos”.

A Prefeitura garantiu que os funcionários da Estrela Maior serão absorvidos pela nova empresa e a passagem continuará em R$ 1,70. Ninguém da empresa foi encontrado pela Reportagem.

A partir de quinta-feira, 16 de abril de 2015, entra em operação a Jundiaí com 20 ônibus e também vai assumir os funcionários da Estrela Maior.

15/04/2015 - 06:50 - Atualizado em 15/04/2015 - 06:55
Foto: Divulgação

Fonte: http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/litoral-sul-e-vale/moradores-de-peruibe-amanhecem-sem-onibus-nesta-quarta-feira-1/?cHash=ce938235b577089b8cc84ff1f328806c


Ônbius da Transportadora Turística Estrela Maior











Entenda o caso 

A Transportadora Turística Estrela Maior assumiu o transporte coletivo em julho do ano passado, em substituição ao serviço que antes era realizado pela Intersul. Na ocasião, a Administração Municipal informou que o contrato, de caráter emergencial, teria duração de 180 dias ou até que a licitação do transporte fosse concluída. 

A quebra de contrato com a Intersul ocorreu após trabalhadores inciarem uma greve geral no setor. Porém, segundo a Administração, a rescisão foi motivada pela desobediência de algumas cláusulas contratuais, como a idade da frota de ônibus e a manutenção das linhas dos itinerários. Por outro lado, a Intersul afirmou que a administração municipal não estava repassando a verba combinada havia três meses.  

A Estrela Maior opere em Peruíbe com 20 ônibus, transportando 20 mil passageiros por mês. A tarifa é de R$ 1,70 e a população reclama das condições precárias do serviço.

Segundo depoimentos de vários moradores, há ônibus sem assentos, com vidros quebrados, portas danificadas e que, muitas vezes, demoram mais de uma hora para passar em determinados pontos.

Créditos
Fotos de Gabriel Dias e Robertson Roger Coelho
Desenho original de Mailson Amâncio Pereira, alterado por Matheus Cardoso





terça-feira, 14 de abril de 2015

Carroceria Marcopolo Paradiso G7 sem chassi



Carroceria Marcopolo Paradiso G7 sem chassi sendo transportada por carreta rumo ao porto de Guarujá. Foto feita por João Manoel (Litoralbus) na Rodovia Cônego Domenico Rangoni, Cubatão-SP 14/04/2015.

sábado, 11 de abril de 2015

Lotação de São Vicente 119, Micro Novo




Carroceria: Mascarello Gran Micro de 2 portas
Chassi: Volksbus 9.160 OD Euro V
Empresa: Transporte Alternativo de São Vicente
Foto(s): João Manoel da Silva

Nota:
Novo padrão de pintura, alterando o atual padrão colorido.
Aqui o micro faz linha do Humaitá, transitando na Avenida Antonio Emmerick.

A Ética em Primeiro Lugar!
Obras de Livre Circulação Desde Que Respeitado
Os Direitos Autorais Fotográficos de Seus Autores  

Postagem de João Manoel (Equipe Litoralbus)

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Piracicabana EMTU 7558 Chegando



Piracicabana EMTU 7558 Chegando.
Local: Rodovia dos Imigrantes - São Vicente-SP 06-04-2015
Marcopolo Torino 2014 - Mercedes-Benz OF-1519/52 Blue Tec5

Fotos e Postagem de João Manoel da Silva (Equipe Litoralbus)

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Translitoral entrega novos ônibus






Nesta terça-feira (31/03/2015), a Prefeitura Municipal de Guarujá junto a Translitoral entregaram 15 novos ônibus para a população. São ônibus modernos, todos adaptados para portadores de deficiência física. O Litoralbus comemora mais essa conquista do povo guarujaense e parabeniza a empresa Translitoral pela aquisição desses novos veículos Ao todo são 3 Caio Induscar Foz 2013 (Mercedes-Benz LO-916 Blue Tec5) 11 Caio Induscar Apache VIP III e 1 Caio Induscar Apache VIP IV (todos MAN-VW 17.230 OD EuroV)

Vídeo no You Tube
Publicado em 1 de abr de 2015
https://www.youtube.com/watch?v=UiT0UPF7Lco

Litoralbus-11 - Postagem e Fotos de Caio Luiz
http://litoralbus11.blogspot.com.br/2015/03/entrega-dos-novos-onibus-da-translitoral.html

Litoralbus-11 - Postagem e Fotos de Lucas Cirilo
http://litoralbus11.blogspot.com.br/2015/04/entrega-oficial-dos-novos-onibus-da.html


Informações sobre as linhas de ônibus de Guarujá-SP, 
consulte:
http://www.translitoral.com.br/publico/

Postagem de João Manoel da Silva
Equipe LitoralBus