domingo, 15 de junho de 2014

EMTU apresenta projeto funcional do BRT em Praia Grande

10/6/2014 | Jaqueline de Marco



Novo sistema de transporte ligará o Caiçara à estação VLT em São Vicente


A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) apresentou em reunião realizada na manhã de terça-feira (10) o projeto funcional do Bus Rapid Transit (BRT), que ligará o Bairro Caiçara, em Praia Grande, com a estação do VLT, localizada no Centro de São Vicente. O encontro contou com a presença do Prefeito de Praia Grande, Alberto Pereira Mourão; da secretária Municipal de Transportes, Raquel Chini; do secretário de Trânsito, Marcelo Afonso Prado; além do secretário de Transportes de São Vicente, Raimundo dos Santos Oliveira, e dos técnicos da empresa contratada pela EMTU para elaboração do projeto. O trabalho está previsto no eixo Cidade Integrada, do plano de metas Avança PG para os anos de 2014 a 2016.

O BRT é um sistema de transporte público baseado no uso de ônibus, que combina a capacidade e a velocidade do VLT com a flexibilidade, baixo custo e simplicidade de um sistema de linhas de ônibus. O transporte opera por uma faixa de rodagem exclusiva (corredor de ônibus) para evitar o congestionamento do tráfego.

A assinatura de ordem de serviço para a contratação do projeto funcional do BRT Litoral Sul foi oficializada pelo governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, no último dia 6 de junho. A previsão é de que esta etapa dos trabalhos seja concluída em 90 dias.

De acordo com o projeto inicial, que poderá sofrer alterações ao longo desta primeira fase, serão aproximadamente 30 pontos de embarque de passageiros. O itinerário partirá de uma estação de embarque que será construída no Bairro Caiçara e passará pelos Terminais Tatico e Tude Bastos e pela Ponte Esmeraldo Tarquínio (mais conhecida como Ponte do Mar Pequeno). Os ônibus do BRT seguirão por uma faixa exclusiva nas Avenidas Ministro Marcos Freire e Roberto de Almeida Vinhas, em Praia Grande, e pelas Avenidas Capitão Luiz Antônio Pimenta e Capitão Mor Aguiar, em São Vicente.

O Prefeito Mourão enfatizou que o BRT é uma excelente opção para melhorar a mobilidade urbana no Município. “O sistema tem flexibilidade maior por não exigir a implantação de trilhos. Além disso, o BRT terá ar condicionado, atenderá 280 pessoas em cada carro, trabalha em faixa exclusiva, tem o pagamento da tarifa pré-embarque e estações com acessibilidade. Além disso, como passará também ao longo da Via Expressa Sul, atenderá uma grande demanda da população”, explicou.

Para agilizar o processo de implantação do BRT, Mourão esteve em Brasília no início de junho em busca de verba do PAC 50, que integra o Pacto da Mobilidade Urbana, em que o Governo Federal irá aportar recursos ao Estado, em torno de R$ 500 milhões, sendo 50% de fundo perdido e 50% de financiamento da União. “A ideia é que se acelerem os ajustes finais e, se tudo der certo, ainda no segundo semestre começa o processo licitatório do sistema. Podemos ter um cenário de estar em 2016 com o BRT pronto, implantado em Praia Grande”, concluiu o Prefeito.

O chefe do Departamento de Planejamento Corporativo da EMTU, Paulo Rogério de Leão da Rocha, afirmou que os benefícios para a Cidade com a implantação do BRT são diversos. “Primeiro no ganho de velocidade das viagens. Além disso, as linhas serão racionalizadas e integradas, formando uma rede de transporte metropolitana unindo o BRT Litoral Sul com o VLT. Isso aumentará a mobilidade da população desta região como um todo. E tudo isso com muito conforto”.

Paulo da Rocha comentou ainda sobre a decisão de implantar na Cidade este tipo de meio de transporte. “A demanda de passageiros do Litoral Sul é grande, mas suportável pelo sistema BRT, por isso o interligaremos ao VLT como um sistema complementar. Para a Cidade é a melhor opção, pois o projeto inicial do VLT desatendia diversos bairros de Praia Grande, localizados entre a região da Curva do S e o Sítio do Campo, e estava somente previsto para 2024”.

Avança PG – No programa, o plano de ação foi distribuído por dez eixos, subdivididos de acordo com os setores do Município. O lançamento oficial dos trabalhos aconteceu no mês de novembro de 2013 e o projeto atenderá o triênio 2014-2016. Para facilitar o atendimento às demandas urgentes, o Avança PG foi dividido nos seguintes eixos: Cidade Educação, Cidade Feliz, Cidade Solidária, Cidade Saúde, Cidade Limpa, Cidade Integrada, Cidade Segura, Cidade Gestão, Cidade Vida e Cidade Progresso.

Fonte: Prefeitura de Praia Grande

Nenhum comentário:

Postar um comentário