quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Reunião debate impactos do novo anel viário da via Anchieta na área urbana de Cubatão

30/01/2013




Interferência das obras no Parque Primavera é uma das preocupações dos técnicos da administração municipal
 
Desde o útimo dia 7, o Governo do Estado, por meio da concessionária Ecovias, está construindo, no quilômetro 55 da Via Anchieta, um novo anel viário, ao custo de R$ 330 milhões e que exigirá, entre outras obras, a implantação de seis viadutos e duas rodovias marginais. O empreendimento, que é uma antiga reivindicação do Pólo Indústrial e da Prefeitura, destina-se a eliminar os graves problemas de tráfego provocado pelo gargalo existente no local, por onde passam, anualmente, 35 milhões de veículos em direção a todos os municípios da Baixada Santista. Quais serão os impactos sociais, ambientais e viários de uma obra deste porte, durante sua execução e após ela, na área urbana de Cubatão?  

O debate sobre esta questão e a obtenção de informações foi o objetivo da reunião realizada na manhã desta terça-feira, na Prefeitura, entre técnicos da Ecovias e da Administração Municipal. Na primeira parte, houve a apresentação do projeto por Sidney Vilar Rodrigues Filho, engenheiro da Ecovias responsável pelo acompanhamento das obras. Depois, foram analisadas as dúvidas apresentadas pelos técnicos da Prefeitura.
Os principais questionamentos referiram-se ao destino do Parque Primavera, importante área de esporte, lazer e preservação ambiental na entrada da cidade - que será cruzado pelo maior dos viadutos do novo anel viário -, e à ligação entre as avenidas Giusfredo Santini com a terceira pista prevista para a Rodovia D. Domênico Rangoni, que une Cubatão a Guarujá.

Sobre o Parque Primavera, o secretário municipal de Habitação, e coordenador do encontro, Ricardo Cretella, disse que a Prefeitura já está pleiteando e debatendo, com o Governo do Estado, compensações por dois tipos de interferências na área: a ocupação parcial, na fase inicial, por canteiros de obras, e a ocupação permanente de alguns trechos por estruturas de sustentação do maior dos viadutos do anel viário.

A respeito da ligação entre a avenida Giusfredo Santini e a Rodovia D.Domênico Rangoni, o representante da Ecovias revelou que ainda está em fase de análise a busca de uma solução para evitar que haja cruzamento, em nível, dos veículos que saem da área urbanas em direção à Via Anchieta.

O engenheiro Sidney Rodrigues informou, ainda, que o novo anel viário, cuja conclusão estava prevista para fins de 2014, poderá ficar pronto seis meses antes, conforme recente acordo de revisão de prazos firmado entre o Governo do Estado e a Ecovias.

Além de representantes das secretarias municipais de Obras, Habitação, Segurança, Emprego e Desenvolvimento Sustentável, a reunião contou com a participação de membros do Serviço do Atendimento Médico de Urgência -Samu; da Companhia Municipal de Trânsito - CMT e da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Cubatão.
 
Foto: Alan Nóbrega
20130130-obras-anel viário

Cubatão - CMT realiza vistoria nos veículos do Transporte Coletivo

31/01/2013




Ação foi realizada na madrugada do dia 31 e tem como objetivo garantir a qualidade do serviço ao usuário
 
O setor de Transporte da Companhia Municipal de Trânsito (CMT) realizou na madrugada desta quinta-feira, dia 31, uma operação de vistoria nos 64 veículos da empresa concessionária do serviço de Transporte Coletivo na Cidade, na própria garagem dos ônibus, no Sítio do Cafezal. O intuito da atividade é garantir o funcionamento pleno dos ônibus e, com isso, manter a boa qualidade do serviço para os usuários dos coletivos.

Durante a vistoria, antes da saída das primeiras viagens dos ônibus, os técnicos do Departamento de Transportes da CMT verificaram o estado dos pneus, funcionamento de lanternas e piscas alertas, luzes internas, catracas, tacógrafos, validade dos extintores e letreiros. Alguns veículos apresentaram pequenos defeitos como, por exemplo, uma lâmpada de farol de pisca queimada. A manutenção foi feita imediatamente, e os carros puderam fazer seus itinerários normalmente, não prejudicando a população.
 
Fonte: Assessoria de Imprensa da CMT
20130131 - vistoria transporte coletivo - vac
 

EMTU/SP promove seminário de capacitação de funcionários das unidades de saúde na RMVP/LN


30/01/2013

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos promoveu  nesta  terça-feira, 29/01, em Caraguatatuba, seminário de formação e capacitação das equipes de funcionários das unidades  de saúde dos municípios cadastradas na EMTU/SP. O objetivo do encontro foi preparar os profissionais para o atendimento aos usuários com deficiência que utilizam o transporte metropolitano da RMVP/LN, garantindo seus direitos e melhor utilização dos serviços.
 
A ação, coordenada pelo Departamento de Atendimento ao Passageiro Especial, serviu para que as equipes  de saúde saibam melhor avaliar a pessoa com deficiência no momento de emitir o laudo médico que garante o benefício da CIPES (Carteira de Identificação do Passageiro Especial) e que isenta estes usuários do pagamento da tarifa nas linhas metropolitanas. A carteira é emitida somente aos que se enquadram nas categorias de deficiências físicas, visual, mental e auditiva, e os que tenham sua capacidade laborativa comprometida  por doenças orgânicas como HIV e tumores malignos.
 
Além de Caraguatatuba, o seminário contou com a participação de assistentes sociais, médicos, enfermeiras e técnicos da rede de saúde municipal dos municípios de São Sebastião, Ilha Bela, Ubatuba, Jambeiro, Redenção da Serra e Paraibuna

Fonte: EMTU

terça-feira, 29 de janeiro de 2013

MAN - Diogo Pupo Nogueira: 43 anos de dedicação

28.01.2013
Diogo Pupo Nogueira se aposenta da MAN


Cliente satisfeito, produto líder em vendas. Diogo Pupo Nogueira dedicou sua carreira à construção da melhor área de Serviços e Assistência Técnica em caminhões e ônibus do País

Em mais de quatro décadas dedicadas à indústria automotiva, o engenheiro Diogo Pupo Nogueira participou ativamente da construção de produtos e marcas, da sua concepção até a satisfação do cliente. Mas foi a paixão por um negócio considerado pouco atraente nos anos 80, o de caminhões, que o fez ser reconhecido como um dos mais respeitados especialistas em Serviços e Assistência Técnica da América Latina. Pupo, como é chamado pelos amigos e colegas de trabalho, está prestes a enfrentar um novo desafio: pela primeira vez desde 14 de abril de 1969, quando entrou numa montadora de veículos, passará a ter atividades bem mais leves. Ele irá se aposentar.

A aposentadoria vinha sendo adiada por iniciativa da MAN Latin America, e por boas razões. O conhecimento acumulado desde os primeiros tempos quando, recém-formado como engenheiro, ingressou como Analista de Qualidade na extinta Chrysler do Brasil, lhe permitiu adquirir uma impressionante visão do negócio de veículos comerciais. Da linha de produção, passando pelas avaliações em campo e principalmente pela construção de um relacionamento entre fábrica, rede de concessionários e clientes. Isso garantiu às marcas Volkswagen Caminhões e Ônibus e MAN o melhor atendimento Pós-Vendas do País, reconhecido pelos consumidores que passam pelos mais de 150 pontos de assistência técnica espalhados estrategicamente por todas as regiões brasileiras.

Essa jornada pode ser resumida num conceito que, quatro décadas atrás, era desconhecido nesse segmento do mercado - a satisfação plena do cliente. A responsabiidade pelo produto e pelo negócio do cliente não podia terminar na simples venda, mas estender-se ao máximo. E foi por envolver-se profundamente nas ocorrências de campo, tanto técnicas como de relacionamento com o cliente e a rede de concessionários, que, em 1978, Pupo passou a gerenciar a área que cuidava desse assunto. Pouco depois, tornou-se responsável por Peças e Serviços dos produtos Dodge, e de uma nova marca de caminhões que surgiria após a venda da Chrysler do Brasil: a Volkswagen, que já estava  presente no Brasil com o negócio de automóveis e comerciais leves desde 1953.

Nessa época, Pupo cunhou uma frase que repetiria até chegar a seus objetivos: “Caminhão é diferente”.  Relacionamento com os clientes, com a rede de concessionarios, métodos e processos de trabalho, garantia, peças, relacionamento com Engenharia e Qualidade, tudo deveria ser pensado conforme as necessidades do mercado. E como não havia experiência anterior do Grupo Volkswagen com veículos comerciais pesados, o trabalho partiu do zero. “Tive o privilégio de  uma oportunidade que poucos profissionais podem ter. Construir algo quase que do zero com total autonomia, criando um diferencial diante da concorrência, e trabalhar no crescimento de uma empresa, a MAN Latin America, que agora completa seu décimo ano na liderança brasileira em vendas de caminhões”, diz o executivo.

Peça-chave no negócio

Além de cuidar das ocorrências com os produtos, Pupo teve que aprofundar a interação com a rede de concessionários da época. “Não existia ou era incipiente o conceito de atendimento e qualidade de serviços e atenção aos clientes. A função atual de engenheiro de Campo era ocupada por técnicos, chamados de ‘turma da graxa’. Foi um desafio muito grande mudar esta imagem, valorizar a função e a operação para dar ao Pós-Vendas a abrangência de um departamento que administra o negócio com foco em Serviços à rede e ao cliente, criando o que é hoje o setor de Serviços e Assistência Técnica”, explica.

Desde o começo das operações de caminhões Volkswagen, os esforços de Pupo se concentraram em introduzir junto aos concessionários o conceito do “Produto Ampliado”. O produto que é vendido não é só o caminhão ou ônibus, mas o conjunto formado pelo veículo e os serviços de qualidade ao cliente.

Sempre à frente de times bem preparados, o executivo introduziu na rede os Controles Operacionais de Administração em Serviços/Assistência Técnica, o aplicativo Gerenciamento Eficaz para auxiliar a rede a administrar os custos do setor, o sistema de avaliação da rede conhecido como Perfil Operacional de Serviços, e o sistema de avaliação da satisfação do cliente com os serviços prestado pela rede, o QASC.

Pupo ainda foi responsável por implantar o Centro Técnico de Garantia, o sistema de atendimento telefônico gratuito CHAMEVOLKS, o programa de Contratos de Manutenção VOLKSTOTAL, e os conceitos tanto de sistema próprio da VW para diagnóstico de motores eletrônicos VCO-950 quanto de telemetria e monitoramento VOLKSNET.

No lançamento dos chassis de ônibus Volksbus, desenvolveu um novo conceito de atendimento aos ônibus: o atendimento em domicílio feito pela rede de concessionários, apoiado pelo monitor de Pós-Vendas. Uma iniciativa imitada posteriormente por outras montadoras.

Juntamente com a área de Marketing, o executivo também definiu os requerimentos de serviços para o desenvolvimento da cabine da linha de caminhões Constellation. E a visão desenvolvida no Brasil foi essencial na implantação de conceitos e processos de Pós-Vendas em todos os programas de exportação a países das Américas, Europa, Oriente Médio, África e Ásia.

“Não há palavras suficientes para agradecermos a Diogo Pupo Nogueira pelos importantes serviços prestados a nossa empresa, e especialmente a nossos clientes. A marca do seu profissionalismo permanece, como exemplo a seus colegas, e como uma referência internacional na área de Serviços e Assistência Técnica”, diz Ricardo Alouche, diretor de Vendas, Marketing e Pós-Vendas da MAN Latin America.

Fonte: MAN Latin America


Reator da MAN Diesel & Turbo produz combustível renovável Audi e-gas

28.01.2013

Reator da MAN Diesel & Turbo - crédito Audi AG
Cooperação dentro do Grupo VW destaca o potencial dessa fonte energética em escala industrial de forma inédita

Enquanto as mudanças na política energética ainda estão em discussão em vários fóruns, as empresas MAN e Audi já geram fatos. A montadora de automóveis irá produzir metano sintético (Audi e-gas) para alimentar a rede pública de gás natural a partir de junho de 2013. O principal componente dessa planta — que está em construção em parceria com a fabricante de equipamentos SolarFuel GmbH em Werltle (Alemanha) — é um reator de metanação da MAN Diesel & Turbo, que faz parte do Grupo MAN. 

Com aproximadamente 16 metros de altura, a instalação foi construída e produzida por especialistas da MAN em química e reatores físicos em Deggendorf (Alemanha). Em dezembro de 2012, uma agência de transportes pesados conduziu por 782 quilômetros, até Werlte, a torre já pronta para ser conectada.

A capacidade de produzir combustível carbono neutro a partir de eletricidade renovável torna esta instalação especial. O Audi e-gas pode ser armazenado e transportado por meio de infraestrutura já disponível, pois é quase idêntico ao gás natural de origem fóssil, comparando quimicamente. Assim, pode ser facilmente distribuído pela rede de gás natural ou direcionado para estações de Gás Natural Comprimido (GNC).

“Esta encomenda salienta, mais uma vez, nossa competência para construir estruturas químicas com as quais se possa produzir combustível sintético”, afirma Dr. Josef Dachs, diretor da unidade da MAN Diesel & Turbo em Deggendorf. “Quer estejamos falando da maior planta de gás-para-líquidos do mundo, a Pearl, no Catar, operada pela Shell, ou do atual projeto Audi e-gas, na Alemanha: nosso know-how é mundialmente solicitado quando se trata de encontrar e oferecer soluções para a mobilidade do futuro.”

O princípio dual eletricidade/gás do projeto Audi e-gas é um exemplo prático de como fazer bom uso de energia eólica em excesso em dias de tempestade, quando a atual rede alemã é insuficiente para transportar a carga. A unidade de Werlte irá gerar e-gas carbono neutro para abastecer 1.500 carros GNC percorrendo 15.000 quilômetros por ano.
 
Crédito da foto: Audi AG

Fonte: MAN Latin America

Caio Induscar produzirá mais unidades para o Caminho da Escola


 29/01/2013


Caio Induscar produzirá mais unidades para o Caminho da Escola

Com a nova licitação de veículos escolares do Programa Caminho da Escola, a Caio Induscar espera produzir mais 2.600 unidades, em parceria com a montadora Mercedes-Benz, que deverão ser entregues durante o ano de 2013.
O modelo fabricado pela Caio Induscar é o Foz Super, que foi projetado, testado e aprovado durante meses, em diversas partes do país, nas mais severas condições, em locais de difícil acesso, em parceria com diretores e engenheiros do FNDE/MEC. Alguns de seus diferenciais são o bloqueio de porta e uma configuração preparada para circular nos mais diversos tipos de terrenos percorridos pelos veículos escolares rurais. Conta ainda com itens de acessibilidade, facilitando ainda mais o acesso a portadores de deficiências, tendo cadeira de rodas, assentos reservados e algumas unidades possuem elevadores.
Os veículos também são equipados com cronotacógrafo eletrônico e GPS, poltronas com cintos de segurança de duas pontas e os assentos reservados, com cintos de quatro pontas, entre outros equipamentos, que tornam o transporte público escolar mais seguro.
Sobre o Programa Caminho da Escola
É uma iniciativa do Governo Federal, Ministério da Educação, por meio do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento de Educação), em parceria com o Inmetro, para levar o transporte escolar às zonas rurais dos municípios de todo o país.
O objetivo é a renovação da frota de escolares, a fim de assegurar que o trajeto dos alunos seja mais seguro em trafegar em terrenos difíceis.
A cada ano que passa, o Governo tem aumentado o investimento para ampliar o programa, auxiliando no combate à evasão escolar, das escolas rurais.

Fonte: Caio Induscar

Caio Induscar oferece cursos gratuitos para a comunidade


 29/01/2013


Caio Induscar oferece cursos gratuitos para a comunidade

A Caio Induscar, em parceria com a Prefeitura Municipal de Botucatu, o Senai e a Guarda-Mirim, está oferecendo dois cursos profissionalizantes gratuitos à comunidade: de Auxiliar de Montagem de Carrocerias de Ônibus e de Soldador MAG.
O objetivo do projeto é qualificar mão de obra especializada. As primeiras turmas terão inicio na terceira semana de fevereiro. No total, cerca de 360 pessoas sairão dos cursos aptas a trabalharem em diversos postos de trabalho que exigem a formação nesses cursos.
A empresa paulista está patrocinando os cursos, que incluem material, professores, transporte, alimentação e certificado do Senai, ministrados na Universidade do Trabalhador (UNIT 2), na Vila São Benedito, espaço desenvolvido especialmente pela Prefeitura Municipal de Botucatu.
Para a Caio Induscar, é fundamental realizar projetos sociais para o desenvolvimento da comunidade, contribuindo com a melhoria de vida das pessoas.

Fonte: Caio Induscar

Campinas - EMDEC disponibiliza informações sobre itinerários de ônibus

29/01/2013 - 13:13

Crédito: Divulgação EMDEC
Crédito: Divulgação EMDEC


Márcio de Souza

Em Campinas, os usuários do Sistema InterCamp podem chegar a qualquer ponto da cidade utilizando o ônibus sem errar o destino. Para isto, basta acessar o Sistema de Informação ao Usuário (SIU) da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (EMDEC).

O SIU (horários e itinerários de ônibus) fica na página principal do site da EMDEC (www.emdec.com.br), logo abaixo das notícias principais, e tem o título “Como Chegar”. Com ele, o usuário pode identificar pelo menos uma das linhas para o destino desejado, a partir de informações básicas como o ponto de origem e destino, além da melhor forma de acessá-la.

Com cerca de 4,3 mil acessos diários, o SIU é uma das mais modernas ferramentas disponíveis para sistemas de informação. Também oferece ao usuário a relação de horários das viagens, especificando as que são feitas com veículos acessíveis, os pontos de embarque e desembarque das linhas, a distância que será percorrida e o tempo médio de percurso.

Mesmo que o munícipe não saiba informar qual o endereço de destino, a pesquisa ao Sistema de Informação pode ser realizada a partir da seleção de pontos de referência, como escolas, faculdades, hospitais, postos de saúde, shoppings, cinemas e teatros, entre outros.

Bilhete Único

O Bilhete Único é um cartão individual, intransferível e inteligente, que armazena créditos em dinheiro para o pagamento de passagens no Sistema InterCamp. Com ele, o usuário pode fazer integrações, ou seja, utilizar os veículos do InterCamp pagando uma só tarifa no período de 1h30, de segunda a sábado; ou de 2h, aos domingos e feriados.

Fonte: Prefeitura de Campinas

Piracicabana Praia Grande 3315 - OKM

29/01/2013



Confira as imagens do interior do 3315 da Piracicabana no Litoralbus12

Litoralbus 12
http://litoralbus012.blogspot.com.br/


http://litoralbus012.blogspot.com.br/2013/01/piracicabana-3315-0-km-exclusivo.html

Equipe Litoralbus

Rimatur cresce na região de Curitiba


A RIMATUR TRANSPORTES LTDA atua no transporte de funcionários e fretamento, cuja  sede  está em Curitiba, com uma área de 34.000 m2, em uma instalação moderna, situada na Br 277, Rodovia do Café Km 2 nº 1875, Bairro Mossunguê, e com uma filial em São José dos Pinhais (PR). A empresa destaca-se no mercado pelo dinamismo e parceria que procura desenvolver junto com os seus cliente e fornecedores.      Instalada  em  Curitiba  desde  1990,  atuando  no segmento de Transporte de Funcionários e Transporte turístico. Desde então, vem conquistando um bom conceito no  mercado  devido  à  grande preocupação  na prestação  de  seus  serviços, bem como na renovação  e manutenção  de sua frota, baseada nestes princípios a Rimatur ocupa hoje o 2º. Lugar no ranking de empresas Categoria – Fretamento e  Turismo. (Conforme edição no. 24 - novembro/2011 – Revista “ Maiores e Melhores do Transporte”.)
    Com a ampliação e modernização do setor industrial em Curitiba e região metropolitana Surgiu uma nova necessidade, ou seja, de transportar os seus funcionários dos bairros mais distantes até a Indústria normalmente bastante afastadas dos grandes centros, fato que implica na contratação de empresas especializadas nesta área. Foi quando a Rimatur diversificou as suas atividades buscando uma nova oportunidade de se fixar neste mercado, visando manter a satisfação dos seus clientes e a certeza de que serão bem atendidas de uma maneira eficiente, com um padrão de qualidade e preços acessíveis.


Em 2012 a Rimatur comprou um total de 82 novos veículos, sendo que no primeiro semestre foram  adquiridos , dois Volvos B12R Euro3, com carroceria Marcopolo G7 Paradiso 1200, e oito Man/Volksbus 9.150 Euro 3, com carroceria Marcopolo Senior.  No segundo semestre, os modelos comprados ja estavam com a tecnologia Euro 5. Essas aquisições envolveram 42 unidades do Renault Master, 6 Volvo B290R sob Marcopolo G7 Paradiso 1050, 2 Man/Volksbus 17.230OD Euro 5 sob Marcopolo Ideale 770 e 22 Man/Volksbus 9.160 Euro5 com carroceria Marcopolo Senior. Deste total, oito destinaram-se a  operações de turismo e todos os demais foram para o fretamento contínuo, para fazer o transporte de funcionários de empresas na região de Curitiba/PR.

fonte: http://www.rimatur.com.br/n/index.php

Comil compensa com exportações


Cerca de 250 unidades foram vendidas ao mercado externo, principalmente para a América Latina, representando 40% do total comercializado para outros países no período.

Recentemente, duas importadoras argentinas fizeram pedidos de 50 unidades do Campione Double Decker. A Plusmar comprou 30 e a Colcar 20 carrocerias. As importadoras Diveimport e Scania estão entreos princiapis clientes de DD no Peru, 110 e 40 unidades respectivamente.

A Comil alcançou importantes mercados onde já começa a consolidar sua presença, como a Bolívia, através da Empresa Transcopacabana e o Panamá, com a empresa CDM. No Chile, o maior parceiro, Comisa, adquiriu 40 unidades em 2012.

Foto e Texto: Wagner Oliveira 
Fonte: Revista Technibus nº 105

New Road N10





NEOBUS LANÇOU VEÍCULO DE CLASSE MUNDIAL

Envolvente pela fluidez de saus linhas e moderno por sua tecnologia, o New Road N10 veio para reforaçar a ousadia, a inteligência  e o pefil inovador característico da Neobus. Foi projetado para privelegiar todos os seus públicos, motoristas, passageiros, empresários e aqueles que o veem. O N10 é design para todos.





Divulgação e Postagem Equipe Litoralbus

Iveco encerra primeira fase de testes do ônibus GNV em Belo Horizonte



 Iveco Eurorider movido a GNV (Gás Natural Veicular)
O ônibus, um modelo 4x2 com motor FPT Cursor 8

Foi concluída, em dezembro, a primeira fase de avaliação do ônibus Iveco Eurorider movido a gás natural veicular (GNV). O veículo, que faz parte de uma parceria entre a Companhia de Gás de Minas Gerais (Gasmig), a Secretaria de Estado de Transportes e Obras (Setop), a Iveco e o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros Metropolitano (Sintram), passava por testes no transporte metropolitano de passageiros da Grande Belo Horizonte.
Após rodar mais de 5 mil quilômetros, em 45 dias, na linha 1280 (Lindeia – Via Cidade Industrial Belo Horizonte), com carga máxima de operação, o ônibus correspondeu às expectativas dos usuários, e teve um retorno positivo, principalmente, em relação ao conforto e à comodidade oferecidos.
O ônibus passará agora por uma nova etapa de desenvolvimento e análise de resultados e a previsão é que o Eurorider esteja novamente nas ruas em janeiro. “A Iveco conta com um programa de pesquisa e análise dos dados do veículo, e precisa interromper a circulação do ônibus em alguns momentos para averiguação e controle do desempenho”, explica Paolo Del Noce, diretor da Divisão de Veículos Especiais da Iveco.

Fonte: Revista Technibus nº 105

Caminho da Escola 2013

Montadoras amplian participação no programa do governo.
Os veículos já disponíveis para a aquisição dos Estados e municipios variam de tamanho e especificações.
 
  A MAN-VW entregará um total de 6.200 ônibus
 médios e grandes para transporte escolar rural

A Man Latin América venceu pela segunda vez o pregão do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), no grupo de ônibus médio e vai fornecer 6.200.
 Os modelos Volksbus 15. 190 ORE 02R – sigla para Ônibus Rural Escolar Reforçado Médio e ORE 03R – Ônibus Rural Escolar Reforçado Grande -, produzidos na fábrica da MAN/Volkswagen em Resende, no sul do Estado do Rio de Janeiro, são equipados com motor MAN D08 e atende todas as normas de emissões do PROCONVE P-7 por meio da tecnologia EGR – Recirculação dos Gases de Exaustão, que dispensa o uso do aditivo ARLA 32. Nesta Categoria  os veículos tem capacidade para 44 estudantes.
Os ônibus serão encarroçados pela Caio e Marcopolo.

 Mercedes Benz fornecerá 2.600 ônibus modelo OF-1519R
ao programa Caminho da Escola.

No segundo pregão realizado pelo governo, a Mercedes Benz venceu a disputa no grujpo de ônibus grandes, com capacidade para 59 alunos, marcando a sua estréia no programa. A montadora vai fornecer 2.600 veículos modelo OF-1519R com carroceria Caio Induscar, e serão entregues ao longo de  2013.

Iveco vai somar 1.518 ônibus escolares pequenos,
com capacidade para 29 estudantes.

 A Iveco Latin America arrematou o lote na categoria de ônibus pequeno com capacidade para 29 estudantes, e vai entregar 1.300 unidades do modelo City Class.
Incluindo os 218 modelos que a empresa garantiu na primeira licitação (julho/2012), a Iveco soma ao todo 1.518 unidades de ônibus escolar que serão entregues ao programa do governo.


A Volare também participa na categoria de ônibus escolar pequeno, venceu a licitação de julho de 2012 para fornecer 2.000 ônibus ao Caminho da Escola.


Texto: Sônia Moraes - Fotos: Revista Technibus nº 105

Divulgação e Postagem de João Manoel (Equipe Litoalbus)

Iguape - Família do interior atola ônibus na praia e passa noite acampada

29/01/2013 16h49


Ônibus ficou preso na areia de uma praia em Iguape, no litoral de SP.
Turistas de Rio Claro, no interior do Estado, iriam dormir em um camping.


Do G1 Santos

Ônibus atola em Iguape, SP (Foto: Rinaldo Rori/TV Tribuna)
Retroescavadeira será enviada para tentar retirar o ônibus (Foto: Rinaldo Rori/TV Tribuna)Ônibus atola em Iguape, SP (Foto: Rinaldo Rori/TV Tribuna)Família veio do interior do Estado (Foto: Rinaldo Rori/TV Tribuna)Uma família de Rio Claro, no interior de São Paulo, atolou o ônibus na areia de uma praia de Iguape, no litoral do Estado, no final da tarde desta segunda-feira (28). Em seguida, ao invés de retirarem o ônibus do local, o grupo resolveu acampar na praia. O destino dos turistas seria um camping mas, como atolaram, improvisaram e passaram a noite no local.
De acordo com a família, eles estão de férias e teriam como destino um camping na praia da Juréia. Para não perder o dia, já que a prefeitura só retiraria o ônibus nesta terça-feira (29), eles acamparam na faixa de areia. No local não é permitido o trânsito de automóveis.

Por volta das 12h, a prefeitura enviou uma viatura para tentar desatolar o ônibus, mas ao invés de retirar o automóvel, o carro quase atolou também.  Uma retroescavadeira será enviada ainda nesta terça-feira para retirar o ônibus da areia.

Fonte: Portal G1 Santos

Marcopolo 350.000 ônibus (2)





Marcopolo comemora produção de 350 mil ônibus.
Marca histórica consagra trajetória de 63 anos de sucesso da empresa 

no Brasil e no mundo.
Veja mais: http://goo.gl/GppbJ

Fonte: Marcopolo