segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Rosário da Limeira adquire dois ônibus do Programa “Caminhos da Eescola”

O transporte escolar realizado pela Prefeitura de Rosário da Limeira ganhou reforço de mais dois ônibus novos, para a melhoria da qualidade do serviço. “Agora são quatro ônibus e uma Kombi, veículos próprios da Prefeitura, que conta ainda com mais cinco ônibus e duas Kombis contratados de terceiros, totalizando 12 veículos, todos na realização do transporte gratuito de aproximadamente 700 alunos do município, do pré-escolar, ensino fundamental, ensino médio e curso superior. Os dois ônibus novos que chegaram em 2011, são do programa Caminhos da Escola, do Governo Federal, os quais foram viabilizados com a ajuda do deputado federal, Reginaldo Lopes, que vem ajudando o município com benefícios como este” disse o prefeito Edison Curi.


Fonte:http://www.silvanalves.com.br/2011/02/14/prefeitura-de-rosario-da-limeira-adquire-dois-onibus-do-programa-caminhos-da-escola/

Nilopolitana recebe novos ônibus

NILOPOLITANA

A empresa continua a renovar a sua frota. Foto: Luiz Dória

20/2/2011

Continuando o seu processo de renovação da frota, já estão circulando os novos ônibus recebidos pela Nilopolitana. São 10 ônibus do modelo Gran Via, da encarroçadora Mascarello que contam com rampa de acessibilidade, GPS e todos os itens obrigatórios aos novos veículos para transporte de passageiros em circulação no Estado do Rio de Janeiro.

Com a chegada desses ônibus, a empresa prossegue com a sua política de oferecer a cada dia um transporte com mais conforto e qualidade aos clientes. Em julho de 2010 a empresa já havia adquirido 20 ônibus do modelo Neobus Mega 1418, que vieram a se somar a mais 20 ônibus do modelo Comil Svelto Midi, adquiridos no final de 2009.

Com a entrada em circulação dos novos ônibus a empresa vem substituindo os antigos modelos que atendiam a frota municipal. A empresa, fundada em 1958 é uma das principais da Baixada Fluminense, com um total de 128 ônibus, distribuidos em oito linhas, sendo quatro intermunicipais, três municipais de Nilópolis, e duas de Nova Iguaçu. Sua sede funciona no Centro de Nilópolis.


Fonte: NilopolisOnLine

http://nilopolisonline.sitedabaixada.com.br/noticias/transportes/2011/02/20/nilopolitana-recebe-novos-onibus/

Avenida Perimetral reduz tempo de viagem de ônibus

25 de fevereiro de 2011

De A Tribuna On-line


Créditos: Walter Mello

As linhas de transporte coletivo trafegam com mais rapidez desde que a Av. Perimetral foi aberta para o tráfego. A informação é da Prefeitura de Santos, com base na constatação de passageiros consultados. Eles afirmam que tiveram as viagens reduzidas em até 10 minutos.

Antes, o trajeto era feito pela Av. Eduardo Guinle, na região portuária, gerando lentidão no percurso habitual devido aos problemas com o trânsito de caminhões e trens.


A agente de viagem Lucilia Moura utiliza o ônibus 158. “Embarco na Ponta da Praia com destino ao Centro e há dois anos uso esta linha. Percebi que a viagem ficou mais curta a partir da mudança do trajeto pela Av. Perimetral”.

A atendente Janaina Santana tem a mesma opinião. “Com o percurso atual chego mais rápido ao trabalho”.

Os usuários têm como opção de embarque e desembarque os pontos na Bacia do Mercado e próximo à Rua Senador Dantas, nos dois sentidos. As linhas que utilizam a Perimetral, na direção Centro/Ponta da Praia, são 29, 100, 191 e 193 (municipais) e 947, 948 (intermunicipais).

Na direção oposta, os coletivos são os seguintes: 42, 52, 61, 139, 158 e 194 (municipais) e 4, 7, 947 e 948 (intermunicipais). Os ônibus 25, 61, 158 e intermunicipais 6 e 8 continuarão trafegando pela Av. Eduardo Guinle para atender os trabalhadores portuários.


Fonte: Jornal A Tribuna Santos

http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=81619&idDepartamento=5&idCategoria=2

Marcopolo soma receita de R$ 2,96 bi


25 de Fevereiro de 2011

Investimento contribuiu ao alcance do resultado

marcopolo_fabricaModernização de fábricas contribuiu para melhor resultado da Marcopolo

José Rubens de la Rosa, diretor-geral da Marcopolo, afirmou que os planos de investimentos da empresa, que tiveram início em 2008, foram cruciais para o bom resultado no ano que se encerrou. Na ocasião, a encarroçadora de ônibus contabilizou receita líquida de R$ 2,964 bilhões e produziu 27.580 unidades em todo o mundo, 42,3% a mais que em 2009.

A recuperação da economia brasileira e o bom desempenho da indústria de ônibus, além dos R$ 330 milhões investidos nestes três anos (2008, 2009 e 2010), contribuíram para a superação da empresa.

“O bom desempenho de 2010 é fruto de decisões estratégicas, tomadas há algum tempo e que se mostraram assertivas, que incluem o contínuo investimento em modernização e aumento de capacidade e de produtividade e a sua não interrupção durante a crise de 2008 e 2009”, comentou la Rosa.

Para isso, a encarroçadora teve que optar por negociar a redução de jornada de trabalho com seus colaboradores, ao invés de diminuir o quadro de funcionários. “Quando a demanda retomou, principalmente no mercado brasileiro, estávamos prontos, com capacidade, mão de obra especializada e treinada e elevado nível de produtividade”, observou o executivo.

Em 2010, o lucro líquido da Marcopolo alcançou a casa de R$ 295,8 milhões. De acordo com a empresa, a receita financeira das exportações e aplicações financeiras, o êxito em ações judiciais relativas a causas tributárias e o desempenho do Banco Moneo, financiador de produtos Marcopolo e que obteve lucro de R$ 25,8 milhões, auxiliaram, em parte, no resultado.

No que diz respeito às operações da marca, no Brasil a empresa registrou alta de 38,2% na produção sobre o resultado de 2009, com 18.900 unidades - 68,5% do total da fabricação mundial. No exterior foram criados 8.680 produtos, 31,5% a mais que o ano anterior: 5.712 unidades.

As exportações tiveram alta de 10,7%, com 2.426 vendas no mercado internacional. Na Argentina, os negócios cresceram 53,8%, na África do Sul 35,1%, em razão da Copa, e na Colômbia 15,4%.


Fonte: Webtranspo / Foto: Divulgação

http://www.webtranspo.com.br/passageiros/21564-marcopolo-soma-receita-de-r-296-bi

Viação Cometa investe R$ 65 milhões

28 de Fevereiro de 2011

Empresa acaba de ampliar frota com 128 unidades

Meta é melhorar atendimento ao cliente

A Viação Cometa, uma das principais empresas rodoviárias do Estado de São Paulo, acaba de anunciar ao mercado a renovação de sua frota. A empresa acaba de adquirir 128 veículos zero quilômetro com carroceria Marcopolo.

Segundo informações da companhia de ônibus, com recursos de R$ 65 milhões, a companhia investiu em modelos convencionais, leitos, executivos e GTV (Gran Turismo Veículo). Todos com ar-condicionado.

Conforme anunciado, o objetivo é oferecer aos clientes mais conforto, segurança e economia e regularidade. Atualmente, a companhia possui uma frota de mil ônibus e transporta, em média, um milhão de passageiros por mês.


Fonte:Webtranspo - Foto: Divulgação

http://www.webtranspo.com.br/passageiros/21572-viacao-cometa-investe-r-65-milhoes

sábado, 26 de fevereiro de 2011

Tarifa do transporte coletivo em Guarujá estará mais barata neste domingo

25 de fevereiro de 2011

De A Tribuna On-line



A passagem de ônibus em Guarujá estará mais barata neste domingo. Neste dia a tarifa será de R$ 1,50.

A redução do preço é resultado do Decreto 8.841/ 2010, assinado pela prefeita Maria Antonieta de Brito, que instituiu a Tarifa Social no último domingo de cada mês. O preço normal da passagem é de R$ 2,40.


Fonte: Jornal A Tribuna Santos

http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=81624&idDepartamento=5&idCategoria=4

Marte 2011


Fotos de João Manoel da Silva


http://litoralbuss.nafoto.net/photo20110226210556.html



http://litoralbuss.nafoto.net/photo20110226210627.html


Empresa: Marte Turismo e Excursões Ltda
Sede: Formiga (MG)
Prefixo: 2011
Placas: HIA 2402
Carroceria: Volare III W9
Chassi: Agrale
Data: 26/02/2011
Local: Santos/SP (Av. Martins Fontes/Saboó)



26/02/2011 Publicada por Equipe LitoralBus

Bredas Rodoviários e Urbanos



Fotos de João Manoel (Equipe LitoralBus):



http://litoralbuss.nafoto.net/lastPeriod.html



sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Cubatão Aumenta Tarifa

Reajuste na terça

Cubatão aumenta em R$ 0,50 preço da passagem dos ônibus e lotações

Da Redação


Créditos: Raimundo Rosa
O valor do reajuste foi acertado após auditoria

A partir da próxima terça-feira, andar de ônibus e lotação em Cubatão ficará mais caro. O preço da passagem do transporte coletivo convencional passará de R$ 2,00 para R$ 2,50. E o do alternativo sobe de R$ 1,90 para R$ 2,40. O reajuste foi feito para equalizar os custos da manutenção do serviço prestado hoje pela Viação TransLíder, concessionária que explora o transporte público no Município. A última correção de tarifa aconteceu em 2008, quando a empresa responsável pelos coletivos era a Viação Piracicabana.

O superintendente da Companhia Municipal de Trânsito (CMT), Marco Cruz, explica que o reajuste foi autorizado para compensar os investimentos feitos na melhoria do transporte público municipal. Ele exemplifica. O número de ônibus rodando subiu de 40 para 64, sendo 38 deles adaptados. Linhas como a do Bairro Jardim Nova República foram ampliadas e mais uma foi criada, que é a que passou atender a comunidade da Mantiqueira. Mas um dos fatores preponderantes é o retorno dos cobradores, que representa um gasto significativo para a prestadora do serviço.

"Uma auditoria foi contratada para analisar o pedido de reajuste apresentado pela TransLíder e esse estudo constatou que o valor da passagem, para não causar prejuízo à empresa, seria de R$ 2,68. Mas conseguimos negociar e deixar o preço em R$ 2,50",

Lotações

Depois de definir o preço do transporte convencional, a CMT teve que negociar com os 56 permissionários do transporte alternativo. A proposta da companhia era equiparar os valores das passagens. Ambos os sistemas cobrariam R$ 2,50 por passageiro. Mas os perueiros, que defendiam a diferença de R$ 0,30 por passagem resistiram até o fim. Ontem, os permissionários se reuniram com Marco Cruz e, depois de mais duas horas de debates a portas fechadas, chegaram a um acordo de manutenção dos R$ 0,10 de diferença. Fixando a tarifa do transporte alternativo em R$ 2,40.

Apesar de não conquistar o que pretendiam, as lideranças dos permissionários saíram satisfeitas das negociações. Presidente da Cooperativa do Transporte de Passageiros (Coopertransp), Irandi Nascimento considera o acordo bom. "Conseguimos manter a diferença no valor da passagem e também tivemos a garantia de que os horários das partidas serão rediscutidos", declara.

A CMT se comprometeu a rever todo o sistema operacional do transporte municipal para garantir que não haja compatibilidade nos horários das linhas de lotações e ônibus. "Eles nos prometeram que irão rever toda a logística do sistema. Isso será muito bom para acabar com os rachas que existem hoje entre lotações e ônibus. Todos sairão ganhando, principalmente os usuários", contou o vice-presidente da Associação dos Perueiros de Cubatão (Apec), Amilton Horório dos Santos.

Preocupação

Apesar de conscientes de que essa foi a primeira vez que o reajuste do preço da passagem foi discutido pelo Município com os perueiros, alguns permissionários se decepcionaram com o resultado. O principal temor é da reação dos usuários, que agora terão de arcar com R$ 0,50 de reajuste.

"Muitos de nossos passageiros vivem em regiões carentes. Estou preocupada como será a reação deles. O ideal seria se o aumento fosse menor", diz a permissionária Lúcia Rodrigues. Ainda antes da definição dos valores, uma série de boatos corria entre os perueiros. Chegou-se a falar que a tarifa do transporte alternativo seria maior do que a dos ônibus, mas depois tudo foi desmentido.

Segundo a CMT, a equiparação dos valores das tarifas visava a integração do serviço. Assim, a população teria as mesmas vantagens que possui no sistema convencional no transporte alternativo. Um desses benefícios é a integração, que permite ao usuário descer no Centro da Cidade e ingressar em outra linha sem pagar por uma nova passagem. Mas mesmo que a proposta não tenha sido aceita, a CMT informa que continuará trabalhando para integrar todo o sistema de transporte público.


Fonte:
http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=81472&idDepartamento=5&idCategoria=5


Divulgação e Postagem de João Manoel (Equipe LitoralBus)

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Permissionária de ônibus em Itanhaém pretende adquirir 11 novos veículos

24 de fevereiro de 2011

De A Tribuna On-line

A empresa permissionária do serviço de transporte público de Itanhaém promete colocar ainda este ano mais 11 veículos em circulação.


Segundo a Litoral Sul Transportes Urbanos Ltda., serão cinco micro-ônibus e seis ônibus urbanos, todos adaptados para pessoas portadoras de necessidades especiais. O itinerário do transporte será decidido após a chegada de cada veículo.

O objetivo do aumento na frota é evitar que a população permaneça muito tempo nos pontos de ônibus esperando a linha desejada.


Fonte: Jornal A Tribuna Santos

http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=81436&idDepartamento=5&idCategoria=0


Transporte público de Cubatão sofrerá reajuste a partir de terça-feira

24 de fevereiro de 2011

De A Tribuna On-line



As tarifas de ônibus em Cubatão serão reajustadas em R$ 0,50 a partir das 6 horas do dia 1º de março, próxima terça-feira. As passagens passam dos atuais R$ 2 para R$ 2,50.

Segundo a Companhia Municipal de Trânsito (CMT), o reajuste, que não acontecia há três anos, passou a ser inevitável, sob pena de inviabilizar a manutenção do serviço.

O aumento da tarifa, pedido pela concessionária de transporte, a Viação TransLíder, é motivado pelos custos com os salários de cobradores, aumento do número de veículos, ampliação de itinerários e aumento de viagens.

O superintendente da CMT, Marco Fernando da Cruz, relata que a autorização para o reajuste foi baseada exclusivamente nos critérios técnico-financeiros e inclui, ainda, o aumento natural no custo dos insumos, como diesel, mão de obra, veículos, desgaste de pneus, além de salários e encargos sociais decorrentes da inclusão da função de cobrador, por exemplo.

“A partir daí, começamos a negociar o valor do reajuste e, por determinação da prefeita Marcia Rosa, chegamos a um valor menor que o proposto pela análise técnica e o solicitado pela empresa”, disse Cruz.

De acordo com a TransLíder, no processo licitatório a tarifa proposta pela empresa vencedora já havia sido de R$ 2,47. Mas, em atendimento à solicitação da Prefeita, todas as melhorias exigidas no contrato seriam primeiro consolidadas, com o custo tarifário sendo mantido congelado em R$ 2,00.

Perueiros

Com relação aos permissionários de transporte alternativo, o custo das tarifas das vans também sofre reajuste proporcional ao do transporte convencional: sobe de R$ 1,90 para R$ 2,40. A medida é necessária para manter o equilíbrio do sistema, que caminha para integração de linhas e serviços.


Fonte: Jornal A Tribuna santos

http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=81449&idDepartamento=5&idCategoria=0

Volare lança a linha W FLY

A Volare lança a linha W FLY e aproxima o miniônibus do conceito veicular aplicado nos automóveis para maior conforto, segurança e acabamento superior. Sinalização externa em Full LED; maior utilização de plásticos de engenharia 100% recicláveis nos para-choques, laterais e revestimentos internos do veículo que absorvem o impacto e colaboram para a preservação ambiental; desenho limpo com linhas suaves, e sofisticação no interior.

A linha W FLY Volare – inicialmente para os modelos W9 e DW9, nas versões Urbano, Executivo e a recém-criada Limousine – nasce com desenho singular e forte destaque para os conjuntos óticos dianteiro e traseiro. O miniônibus utiliza lanternas e delimitadores com LED e condutores de luz (light pipe), além de luzes de posição em LED, ampliando a visibilidade e a segurança.

Novos Volare W Fly. Foto: Volare/Divulgação.

Volare-Divulgação.


Fonte: Volare
http://www.volare.com.br/website/volare_pt/wfly/imagens.html

Miniônibus Volare é utilizado como delegacia móvel no Rio Grande do Sul

As unidades contam com cela de detentos e computadores com leitor de digitais

Caxias do Sul (RS), 24 de fevereiro de 2011 - Reconhecida por ser a fabricante de miniônibus mais inovadora do mercado, a Volare produziu as primeiras unidades do modelo W9 que serão utilizados como delegacia policial móvel. Desenvolvidos especialmente para atender a Polícia Militar do Rio Grande do Sul, os novos veículos possuem balcão de atendimento, sala de espera, computadores com leitores de digitais e cela de detentos.

Adquiridos por meio do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), os Volare W9 serão utilizados como equipamento auxiliar em operações policiais em locais estratégicos. Os miniônibus Delegacia Móvel estarão disponíveis para registros de ocorrências, de delitos, perda de documentos e também para receber denúncias.

“Para nós é muito importante desenvolver veículos que atendem às necessidades da Polícia Militar, assim como já havíamos feito com os veículos unidade móvel de saúde”, explica Milton Susin, diretor executivo da Unidade de Negócios Volare.

O Volare W9 Delegacia Móvel tem capacidade para transportar até 5 policiais em poltronas do tipo soft reclinável, parede divisória que separa o compartimento de deslocamento e de trabalho, porta de acesso para motorista e acompanhantes de ambos os lados, vidro com película de isolamento, rádio transceptor VHF com 160 canais de operação, microfone móvel de mão e de lapela e bateria recarregável. Externamente o veículo possui toldo retrátil na lateral direita com cinco metros de comprimento e dois metros de largura, plataforma traseira para transporte de motocicleta e sirene eletrônica com megafone.

Para melhor atender à comunidade, o veículo possui três guichês, cada um com quatro cadeiras de espera, computador portátil com gravador de DVD, sistema de internet sem fio (Wireless), leitor de impressões digitais, Bluetooth, duas impressoras - uma à laser com funções de fax, máquina de fotocópias e escaner e outra matricial - e sistema de circuito elétrico de 127/220V. O veículo conta ainda com cela de detentos com paredes sem vidro e ventilador/exaustor, sistema de abastecimento de água com 150 litros e banheiro químico do tipo trailer.

Criada em 1998, a Volare, Unidade de Negócio da Marcopolo, é o principal produtor brasileiro de miniônibus. Com mais de 35.000 veículos produzidos, a fabricante desenvolve, produz e comercializa os modelos V5, V6, V8, W8 e W9 nos segmentos Escolarbus, Municipal, Turismo/Fretamento, Acesso Fácil e Unidade Móvel.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Marcopolo celebra 30 anos de produção

22 de Fevereiro de 2011

Unidade tornou-se a mais importante do Grupo

marcopolo_fabrica_30anos_transportedepassageirosUnidade produz 50 veículos por dia

A unidade fabril da Marcopolo em Ana Rech, em Caxias do Sul (RS) está comemorando 30 anos de atividades. Inaugurada em 20 de fevereiro de 1981, o complexo industrial tem capacidade para produzir aproximadamente 50 veículos diariamente e já fabricou 160 mil ônibus (micros, urbanos e rodoviários) desde o início das atividades.

Segundo informações da companhia, a planta possui área construída de 88 mil metros quadrados e emprega 6.726 colaboradores. Além disso, a unidade recebeu nos últimos três anos mais de R$ 50 milhões em investimentos. A maior parte dos recursos foi destinada à modernização dos equipamentos, melhoria da qualidade, aumento de capacidade produtiva e para ergonomia e maior conforto dos funcionários.

De acordo com a empresa, a unidade de Ana Rech abriga também o “Centro de Pesquisa e Desenvolvimento”, com mais de 300 técnicos e engenheiros dedicados à contínua evolução e aprimoramento dos modelos.

Neste centro, é projetada a maioria dos modelos da marca, além dos produtos sob medida para suprir necessidades dos clientes. Conforme a fabricante, no complexo estão concentradas a produção de componentes e equipamentos para os veículos, como poltronas, painéis de acabamento, laterais e revestimentos internos, entre outros.

As peças produzidas são também enviadas para as demais unidades da empresa no Brasil e no exterior.


Fonte: Webtranspo / Foto: Divulgação

http://www.webtranspo.com.br/passageiros/21505-marcopolo-celebra-30-anos-de-producao

Vans em São Vicente terão catracas eletrônicas

23 de fevereiro de 2011

De A Tribuna On-line



O transporte público em São Vicente prepara-se para entrar em uma nova fase. Nesta sexta-feira, será a anunciada pela Prefeitura, em entrevista coletiva, a implantação de catracas eletrônicas que permitirão o uso de cartões magnéticos nas vans que operam o sistema de transporte na Cidade.

Além disso, outras mudanças importantes também serão anunciadas para os 3 milhões de usuários do sistema, como a instalação de GPSs nos veículos e as gestões para a criação do caixa único, que pretende remunerar todos os 367 permissionários, eliminando os problemas no trânsito causados pela disputa por passageiros.

A coletiva de imprensa será realizada no Salão Nobre da Prefeitura de São Vicente, às 9 horas.


Santos-CET altera pontos de ônibus na Ponta da Praia

De A Tribuna On-line



Usuários do transporte público de Santos devem ter atenção. A partir desta quarta-feira, os pontos de ônibus instalados nas imediações do Mercado de Peixe, na Ponta da Praia, sofrem alterações.

Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), as linhas de ônibus municipais farão paradas para embarque e desembarque de passageiros apenas na Praça Gago Coutinho, deixando de utilizar o ponto da Av. Saldanha da Gama, em frente ao número 163, que passará a atender exclusivamente as linhas intermunicipais.

A medida foi adotada a fim de dar mais fluidez ao trânsito. Nos dois pontos haverá placas informando as modificações, além da presença de orientadores da Viação Piracicabana. As linhas que servem a região são: 19, 25, 29, 80, 100, 156, 158 e 191 (municipais) e 08, 927, 940, 942 e 943 (intermunicipais).


Fonte:
http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=81125&idDepartamento=5&idCategoria=2



Divulgação e Postagem de João Manoel (Equipe LitoralBus)

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Mercedes-Benz lidera a venda de ônibus articulados no Brasil


  • Participação de mercado no segmento chegou a 77% em 2010
  • Empresa também é líder de vendas para o mercado externo, com 74% das exportações brasileiras de articulados no ano passado
  • Resultados confirmam o reconhecimento dos clientes de vários países à qualidade e rentabilidade da linha O 500 de chassis articulados

A Mercedes-Benz confirmou, em 2010, a sua destacada liderança no Brasil no segmento de ônibus urbanos articulados. Com a venda de 139 unidades da consagrada linha O 500, a Empresa alcançou 77% de participação de mercado, mantendo-se muito à frente da concorrência.

O resultado de vendas do ano passado foi ainda mais expressivo devido às vendas para o mercado externo. A Mercedes-Benz do Brasil exportou 215 chassis O 500 articulados em 2010, o que representa a liderança com 74% de participação nas exportações brasileiras do produto.

"Esse excelente desempenho de vendas confirma o sucesso da linha O 500 de chassis articulados juntos aos transportadores de passageiros do Brasil e de diversos países", afirma Joachim Maier, vice-presidente de Vendas da Mercedes-Benz do Brasil. "Desde que foi lançado, em 2006, já são cerca de 1.630 unidades vendidas, destinadas especialmente para avançados sistemas de transporte coletivo urbano de grande volume de passageiros, como o BRT de São Paulo e Curitiba, no Brasil, e os de Bogotá na Colômbia, Santiago do Chile, África do Sul e México".

Articulados ganham espaço em importantes cidades

As 139 unidades de chassis articulados O 500 vendidas pela Mercedes-Benz, no ano passado, foram destinadas a São Paulo, Campinas, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Vitória e Ponta Grossa, entre outras cidades. Estas e outras localidades, como as que serão sedes da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, vêm mostrando interesse cada vez maior em veículos articulados para seus sistemas de transporte.

Desde o lançamento da linha O 500, em 2006, já foram vendidas 1.038 unidades no Brasil até 2010, com impressionantes 73% de participação de mercado.

Somando-se os chassis exportados, o volume total de O 500 articulados vendidos até o ano passado chega a 1.629 unidades. A Mercedes-Benz embarcou seu produto, nesse período, para mais de dez países, com uma participação de 53% nas exportações brasileiras do segmento.

O 500 articulado assegura robustez e reduzido consumo

"O êxito de vendas do O 500 articulado demonstra a excelente aceitação do produto pelos clientes. Isso se deve a atributos como a elevada robustez, reduzido consumo de combustível, fácil dirigibilidade e, principalmente, alta disponibilidade operacional", destaca Ricardo Silva, vice-presidente de Ônibus América Latina da Mercedes-Benz.

A Mercedes-Benz oferece ao mercado dois modelos de chassis para ônibus articulados: O 500 UA com piso baixo tipo "low entry", para pontos de embarque ao nível da calçada e o O 500 MA com piso normal, para corredores que utilizam plataformas de embarque elevadas.

Marca líder no fornecimento de veículos para sistemas BRT, a Mercedes-Benz é a única a contar com uma linha completa de produtos, incluindo microônibus de até 40 passageiros para linhas distribuidoras, ônibus convencionais e do tipo padron entre 80 e 100 passageiros para linhas alimentadoras e articulados até 160 passageiros para linhas troncais.

Mercedes-Benz é um parceiro forte e confiável na implantação de BRT

A Mercedes-Benz tem conhecimento e experiência mundial e local para a implantação do BRT, oferecendo ao mercado assessoria especializada em transporte de passageiros. A ampla experiência acumulada nesta área está à disposição de clientes, órgãos gestores e consultorias de transporte. Os especialistas da equipe BRT trabalham em constante troca de experiências e informações com as outras cinco equipes Mercedes-Benz especializadas em BRT, localizadas na Alemanha, México, África do Sul, Turquia e Índia.

Fonte: Mercedes Benz

http://www1.mercedes-benz.com.br/

Scania oferece mecânicos qualificados para atuar nas garagens das empresas de ônibus rodoviários

PRESS RELEASE 

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Formato inovador de manutenção personalizada já reduz em até 80% as paradas imprevistas nas estradas

Para atender uma nova demanda do setor de transporte de passageiros rodoviário, a Scania passa a disponibilizar uma equipe de mecânicos altamente qualificados para cuidar da manutenção e revisão periódica de ônibus dentro das próprias garagens das empresas. Um dos principais objetivos é minimizar o índice de paradas imprevistas nas estradas, assegurando a qualidade do serviço prestado aos passageiros.

Por meio de um acordo firmado entre a Scania, sua concessionária Codema e a Auto Viação 1001, uma equipe com 12 mecânicos já cumpre essa rotina de trabalho desde agosto de 2009. Os serviços são realizados, inclusive aos finais de semana, dentro da garagem localizada próximo ao Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo - SP.

Nesse período, o índice de socorro, que contabiliza o atendimento de emergência aos carros parados na estrada e é um dos indicadores de qualidade da empresa, sofreu redução de até 80% em períodos críticos, como feriados prolongados. A eficiência geral da oficina da empresa aumentou e a disponibilidade dos carros também, não havendo necessidade de grandes intervenções ou o deslocamento do veículo até uma concessionária Scania.

"Ganhamos agilidade na revisão dos nossos veículos, além da garantia Scania em cima da manutenção feita. Somos uma empresa de transporte de passageiros, a manutenção não é o nosso foco. Por isso, fomos buscar parceiros com conhecimento para fazer isso da melhor maneira e com um custo competitivo", afirma Marcelo Correia, gerente setorial da Auto Viação 1001.

Além da equipe de mecânicos, a Scania mantém na garagem da 1001 o ferramental adequado e um estoque completo para a reposição de peças. A programação e a decisão da troca de cada peça, entretanto, são gerenciadas pelo cliente, que autoriza a execução dos serviços pela concessionária Scania.

"Com uma estrutura digna de uma concessionária, dedicada e exclusiva dentro da garagem da empresa, é possível manter o nível de excelência da manutenção, oferecendo maior qualidade e confiabilidade, na velocidade que o cliente demanda. Não se trata de um serviço terceirizado e sim de uma parceria, pois a gestão de toda a manutenção é controlada pelo próprio cliente. Com o sucesso da operação na 1001, estamos disponibilizando esse serviço agora para outras empresas", acrescenta Luiz A. Pigozzo, gerente de Serviços para o Segmento Ônibus da Scania no Brasil.

A Scania é um dos principais fabricantes mundiais de caminhões e ônibus para transporte pesado e de motores industriais e marítimos. Os produtos de serviços m participação crescente nos negócios da empresa, assegurando aos clientes soluções de transporte econômicas e com alta disponibilidade operacional. Com 32 mil colaboradores, a Scania está presente em mais de 100 países e possui operações industriais na Europa e na América do Sul, com possibilidade de intercâmbio global de componentes e veículos completos. Em 2010, as receitas totais da Scania alcançaram 78 bilhões de coroas suecas e o resultado financeiro após a dedução de impostos foi de 9,1 bilhões de coroas suecas.


Fonte: Scania

http://www.scania.com.br/a-scania/imprensa/press-releases/2011/press-release-08-11.aspx

Caio Induscar produz carrocerias para sistema BRT do Equador

BRT do Equador


Caio Induscar produz carrocerias para sistema BRT do Equador

A encarroçadora de ônibus Caio Induscar em parceria com a Volvo Bus Latin America produz carrocerias para o sistema BRT (Bus Rapid Transit) de Quito, capital do Equador.
São 80 carrocerias articuladas, modelo Millennium, já em fabricação, para a EPMMOP (Empresa Pública Metropolitana de Movilidad Y Obras Públicas). A previsão das parceiras é que os ônibus entrem em circulação em junho e a primeira entrega para março.
A carroceria conta com mais de 18 metros de comprimento e lotação para 35 passageiros sentados, 1 vaga para portador de deficiência e rampas de acesso que facilitam a entrada e saída de pessoas com mobilidade reduzida.
Para a encarroçadora, o projeto amplia sua atuação na produção de carrocerias para BRT, sendo que já atende a diversos sistemas de transporte no Brasil e exterior como de Goiânia, Porto Alegre, Curitiba, São Paulo, Chile, África do Sul e Trinidad Tobago.



14/02/2011

Fonte: Caio Induscar
http://www.caio.com.br/noticias/noticias.php?idnot=83&lg=P

Mascarello - 10.000 ônibus em 7 anos de sucesso

Fonte:http://milbus.com.br/portal/index.htm


Corredor Metropolitano ABD-Prefeito participa da entrega de novos ônibus da Metra

Prefeito participa da entrega de novos ônibus da Metra













Prefeito participa da entrega de novos ônibus da Metra
O Corredor Metropolitano ABD, que liga Jabaquara a São Mateus, passando por Santo André, São Bernardo, Diadema e Mauá, conta a partir dessa segunda-feira (21/2) com 26 novos ônibus, todos com ar-condicionado. Os veículos adquiridos pela Concessionária Metra beneficiarão diariamente 250 mil passageiros com mais conforto, segurança e acessibilidade. A solenidade de entrega, que contou com a presença do prefeito de São Bernardo do Campo e do secretário de Transportes e Vias Públicas do município, foi realizada no Terminal Jabaquara EMTU, em São Paulo, pelo secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, e pelo governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

Fonte: Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo
http://www.saobernardo.sp.gov.br/

Santos-São Paulo-Viação Cometa firma parceria com Associação e fará serviço de frete

22 de fevereiro de 2011

De A Tribuna On-line




A Viação Cometa, empresa rodoviária do Estado de São Paulo, começa a operar com fretamento para executivos da Baixada Santista em parceria com a Associação dos Executivos de Santos, São Paulo e São Vicente (AEXS).

Todos os ônibus possuem banheiro, três monitores de TV/DVD, ar condicionado, geladeira e sistema Sem Parar (não para no pedágio). Os ônibus partirão de Santos e São Vicente, com destino a duas estações de metrô de São Paulo: Imigrantes (linha verde) e Conceição (linha azul), facilitando o acesso dos passageiros a qualquer lugar da cidade.

Com essa parceria, a Viação Cometa espera transportar uma média de 1,8 mil passageiros por mês.

O serviço começa a operar a partir do dia 1º de março e o custo é de R$ 350 pelo transporte de ida e volta nos 22 dias úteis do mês. O usuário tem ainda direito a mais quatro passagens por mês (não acumulativa) em qualquer um dos horários operados pela empresa.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone: (13) 3307-3031 ou pessoalmente na Av. Almirante Saldanha da Gama, 190, Ponta da Praia, Santos (SP) de segunda a sexta-feira as 10h às 12h e das 14h às 22h e aos sábados das 9h às 13h.


Fonte: Jornal A Tribuna Santos

http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=81014&idDepartamento=9&idCategoria=0


Santos-Nova tarifa do transporte público municipal atrapalha o trabalho do motorista

22 de fevereiro de 2011

Da Redação


Créditos: Nirley Sena

"Tem quinze centavos?" Com a nova tarifa do transporte público municipal, de R$ 2,65, que entrou em vigor no último domingo ­ representando um aumento de 6% ­, a pergunta tornou-se recorrente aos usuários que não usam passe e pagam com dinheiro. A intenção é facilitar o troco, novo vilão dos motoristas/cobradores da linha municipal operada pela Viação Piracicabana.

Não que faltem moedas para dar o troco, já que isso poderia inviabilizar o transporte, mas, de acordo com os motoristas ouvidos por A Tribuna, é uma sobrecarga que gera mais dificuldades. E são muitas, como, por exemplo, moedas escassas, demora para o ônibus sair do ponto e mais estresse no trabalho, já que a empresa aboliu há algum tempo a figura do cobrador.

A cada ponto o problema se renova e com o passar das horas de trabalho, em meio ao trânsito que beira o caos, o motorista se encerra na preocupação e no constante abrir e fechar do caixa de plástico ­ devidamente adesivado com o aumento.

Em alguns casos, a reclamação surge sem interlocutor. Sentado num banco próximo, é possível ouvir o lamento solitário do trabalhador, que arca com as dificuldades criadas pelo acúmulo de funções.

A opinião mais comum é de que se o aumento não tem jeito, que seja definido com um número redondo. Para os usuários, como não poderia ser diferente, a tarifa teria de ser arredondada para baixo.

"Realmente está difícil e,com certeza, isso vai deixar a viagem mais lenta. Sabe como é, a empresa se preocupa com o lucro dela",afirmou um motorista. De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários da Região, Valdir de Souza Pestana, é um motivo a mais para aumentar a evasão de motoristas da Piracicabana. Este ano,mais de 80 motoristas pediram demissão da empresa.

Preço já arredondado

Conforme o presidente da CET, Rogério Crantschaninov, vem dizendo desde o anúncio do aumento, mais da metade dos usuários do transporte coletivo utilizam cartão transporte. "A tendência é esse número aumentar com o passar do tempo.

Por isso, a CET estimula e orienta o uso do cartão", disse Crantschaninov na última quarta-feira, dia do anúncio do aumento. Sobre o arredondamento do preço, ele disse que isso já foi feito. De acordo com os estudos, o preço deveria ser reajustado para R$ 2,67 e a CET decidiu com a Piracicaba na arredondar para R$ 2,65.


Fonte: Jornal A Tribuna Santos

http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=80946&idDepartamento=5&idCategoria=0

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Marcopolo completa 30 anos de produção

21/02/2011



Unidade fabril já produziu 160 mil unidades de ônibus urbanos e rodoviários


da Redação

A Marcopolo comemora 30 anos de produção no complexo industrial de Ana Rech, em Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul. Inaugurada em 1981, a principal unidade da empresa produz 50 veículos por dia e já fabricou 160 mil ônibus, entre micros, urbanos e rodoviários.

A unidade fabril de 471 mil m² e área construída 88 mil m² ja recebeu investimentos de R$ 50 milhões para modernização dos equipamentos e aumento de capacidade produtiva. Da planta saem ainda componentes e equipamentos para os veículos, como poltronas, painéis de acabamento, laterais e revestimentos internos, entre outros. As peças produzidas são enviadas para as demais unidades da empresa no Brasil e no exterior.

Fonte: Motor Dream
http://motordream.uol.com.br/noticias/ver/2011/02/21/marcopolo-completa-30-anos-de-producao

MB confirma liderança em articulados

21 de Fevereiro de 2011

Empresa negociou 354 unidades em 2010

Montadora tem participação de 77% no mercado interno

Com a venda de 139 unidades do modelo O 500 no mercado interno e 215 no cenário externo, a Mercedes-Benz se manteve na liderança do segmento nacional de ônibus articulados com participação de 77% e 74% respectivamente, no ano passado.

As 139 unidades de chassis articulados O 500 foram destinadas a São Paulo, Campinas, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Vitória e Ponta Grossa, entre outras cidades. Estas e outras localidades, de acordo com a empresa, como as que serão sedes da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016, vêm mostrando interesse cada vez maior em veículos articulados para seus sistemas de transporte.

Desde o lançamento da linha O 500, em 2006, já foram vendidas 1.038 unidades no Brasil até 2010. Somando-se os chassis exportados, o volume total do modelo vendidos chega a 1.629 unidades. A Mercedes-Benz embarcou seu produto, nesse período, para mais de dez países, entre eles Bogotá na Colômbia, Santiago do Chile, África do Sul e México.

"O êxito de vendas do O 500 articulado demonstra a aceitação do produto pelos clientes. Isso se deve a atributos como a elevada robustez, reduzido consumo de combustível, fácil dirigibilidade e, principalmente, alta disponibilidade operacional", destaca Ricardo Silva, vice-presidente de ônibus América Latina da Mercedes-Benz.

A montadora oferece ao mercado dois modelos de chassis para ônibus articulados: O 500 UA com piso baixo tipo "low entry", para pontos de embarque ao nível da calçada e o O 500 MA com piso normal, para corredores que utilizam plataformas de embarque elevadas.

Fonte:Webtranspo - Foto: Divulgação
http://www.webtranspo.com.br/passageiros/21485-mb-confirma-lideranca-em-articulados

Santos-Demora e falta de troco são principais reclamações dos usuários

21 de fevereiro de 2011

De A Tribuna On-line


Com informações da TV Tribuna


Os usuários do transporte público de Santos ainda tentavam digerir na manhã desta segunda-feira o aumento de 6% na tarifa de ônibus, que começou a vigorar à meia-noite deste sábado. A passagem passou de R$ 2,50 para R$ 2,65. Esses R$ 0,15 representam cerca de R$ 7 a mais nas contas do fim do mês.

Além da dificuldade no troco, os usuários reclamam na demora dos ônibus e criticam os painéis eletrônicos com tempo de espera, que não estariam informando a hora correta da chegada dos coletivos, principalmente nos horários de pico.

Sobre a falta de moedas de R$ 0,05, o presidente da CET diz que entrará em contato com a Viação Piracicaba, com o intuito de prover mais moedas desse valor. No entanto, ele incentiva que a população compre o cartão-transporte que, de acordo com ele, é mais rápido e seguro.

Já em relação ao painel, Crantschaninov explica que as informações dos ônibus passam por pontos de controle, que vão via rede telefônica e celular, para uma central que faz o cálculo e devolve essa informação para o painel.


"O que pode acontecer é um problema de rede. Trabalham duas operadoras simultaneamente. Se ocorrer problema com uma, ela comuta para outra. Podem ocorrer também problemas de congestionamento . Os tempos entre o ponto de controle e o painel, onde será apresentada a informação, são estimados, calculados. Se algo ocorrer durante o trajeto, aquele tempo já deixa de ser válido".

Ainda de acordo com o presidente da CET, para melhorar o serviço, terão que ser identificados novos pontos de controle, próximos ao painel, para que a informação seja realista. "O sistema funciona. Mas existem vários elementos que podem falhar".

Câmara deve convocar CET

Os vereadores santistas devem votar nesta segunda-feira a convocação do presidente da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Rogério Crantschaninov, e do diretor-presidente da Viação Piracicabana, Alceu Cremonese. De acordo com o requerimento de Adílson Júnior (PT), a intenção é que eles expliquem o reajuste de 6% na tarifa dos ônibus.


Fonte: Jornal A Tribuna Santos

http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=80854&idDepartamento=5&idCategoria=2



Cobradores podem voltar nos ônibus intermunicipais

20 de fevereiro de 2011

Rafael Motta




Apesar de o Governo Estadual não cogitar o retorno dos cobradores de passagens aos ônibus intermunicipais, a questão ainda não está encerrada: tramita, no Supremo Tribunal Federal (STF), um recurso extraordinário impetrado pela Assembleia Legislativa para que a presença do trocador se torne obrigatória nos coletivos interurbanos de todo o Estado.

O documento deu entrada no STF em agosto de 2008, como reação a uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça (TJ) paulista ao Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado de São Paulo (Setpesp).

Em junho daquele ano, a direção do Setpesp conseguiu que o TJ declarasse inconstitucional a Lei 12.552, pela qual os motoristas das linhas intermunicipais ficariam proibidos de exercer quaisquer atividades reservadas aos cobradores – como receber dinheiro, dar troco e prestar contas dos valores arrecadados com as passagens.

A lei é decorrente de um projeto apresentado em 2001 pela deputada estadual Maria Lúcia Prandi (PT). Foi vetada em 2003 pelo então governador, Geraldo Alckmin (PSDB, que está no cargo novamente desde janeiro). Em 2006, a Assembleia derrubou o veto e promulgou a lei, questionada posteriormente pelo Setpesp.

Há outro obstáculo ao retorno dos cobradores, além da liminar concedida ao sindicato. Em 10 de novembro último, a Procuradoria-Geral da República emitiu parecer contrário ao recurso da Assembleia Legislativa. Se a opinião for acatada pelo ministro do STF que atua como relator do processo, José Antônio Dias Toffoli, a Lei 12.552 continuará sem valor.


Fonte: Jornal A Tribuna Santos

http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=80756&idDepartamento=5&idCategoria=3



domingo, 20 de fevereiro de 2011

Ônibus Municipal de Santos tem nova tarifa

De R$ 2,50 para R$ 2,65

Ônibus em Santos passa a custar R$ 2,65 a partir da meia-noite

De A Tribuna On-line


Créditos: Irandy Ribas
O reajuste da tarifa do transporte público de R$ 2,50 para R$ 2,65 começa à meia-noite deste sábado. Usuários que recarregarem os cartões durante o dia serão descontados no valor vigente da compra e preenchimento de passagens.

A nova tarifa só será cobrada a partir da recarga feita após a data em que entra em vigor o novo reajuste, independentemente do valor acumulado no cartão. Com isso, o sistema da Viação Piracicabana atualizará o cartão para R$ 2,65.

Portanto, se o usuário possui, por exemplo, R$ 600,00 – valor máximo que o cartão de transporte suporta – até a meia-noite de hoje, ele deve gastar todo o conteúdo para depois fazer nova recarga. Dessa forma, não perde passagens.

Isso mostra que a contabilização não é feita por conduções, mas sim, pelo dinheiro. Caso o usuário tenha mais de R$ 600,00 no cartão, o excedente fica disponível para nova recarga após a utilização das passagens no cartão.

No entanto, essas conduções quando carregadas já serão com o valor reajustado. O aumento da tarifa não interferirá nos benefícios de gratuidade ou no desconto de 50% no valor da passagem concedido aos estudantes.

Convocação

Na segunda-feira, os vereadores santistas devem votar a convocação do presidente da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Rogério Crantschaninov, e do diretor-presidente da Viação Piracicabana, Alceu Cremonese.

De acordo com o requerimento de Adílson Júnior (PT), a intenção é que eles expliquem o reajuste de 6%.

Fonte:
http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=80571&idDepartamento=5&idCategoria=2

Sobe preço da tarifa da lotação em São Vicente

De A Tribuna On-line


Créditos: Edison Baraçal

Além do aumento de até 7% das passagens do ônibus intermunicipal, as tarifas das lotações que fazem o sistema de transporte municipal de São Vicente estão mais caras. Novo preço da passagem, de R$ 2,10 para R$ 2,30, começa a valer nesta segunda-feira . A alta é de aproximadamente 9%. A Administração Municipal, entretanto, alega que este percentual está abaixo da inflação dos últimos dois anos, período em que o valor da passagem ficou congelado.

O último aumento ocorreu em 15 de dezembro de 2008. A Prefeitura de São Vicente informou que os operadores do sistema reivindicaram o reajuste, afirmando que há mais de dois anos vinham suportando aumento de custo dos insumos sem ter como enfrentar as novas despesas.

O Transporte Municipal de São Vicente é operado por 367 permissionários que geram cerca de 3 mil empregos diretos. O sistema transporta, aproximadamente, 3 milhões de pessoas por mês, incluindo os beneficiados pela gratuidade prevista em lei.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Prefeitura de Itaiópolis compra 2 ônibus novos e reforça o transporte escolar

17/02/2011

A prefeitura de Itaiópolis realizou uma importante ação para o acesso dos alunos à educação, trata-se da aquisição de dois ônibus novos. Os ônibus são de 29 lugares equipados com cinto de segurança e acessibilidade para portadores de necessidades especiais, como rampa de acesso e cadeira de rodas, comprados no âmbito do Programa Caminho da Escola, do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão do Ministério da Educação (MEC). Os novos veículos de transporte escolar de Itaiópolis começaram a rodar na data do início do ano letivo da rede municipal e da rede estadual. Hoje a Secretaria de Educação conta com 35 veículos, dos quais 3 próprios e 32 terceirizados, que percorrem diariamente uma distância superior a 4.000 quilômetros. O custo total dos novos ônibus ultrapassou os R$ 240 mil.

Caminho da Escola O Programa Caminho da Escola, do MEC, foi criado em 2007 com o objetivo de renovar a frota de veículos escolares, garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes e contribuir para a redução da evasão escolar, ampliando, por meio do transporte diário, o acesso e a permanência na escola dos estudantes matriculados na educação básica da zona rural das redes estaduais e municipais. O governo federal, por meio do FNDE e em parceria com o Inmetro, oferece um veículo com especificações exclusivas, próprias para o transporte de estudantes, e adequado às condições de trafegabilidade das vias (estradas e rios) da zona rural brasileira.Em 2010, foram adquiridos pelo governo federal 6.225 veículos – 4.363 por meio de convênios com o FNDE; 1.115 com recursos próprios dos municípios; e 747 por meio de financiamento do BNDES.

Em Itaiópolis a rede municipal de ensino possui 4 escolas de ensino fundamental na zona urbana e 6 escolas na zona rural, mais 5 creches e mais 5 Centros de Educação infantil e 15 pré-escolares, somando um total de 2300 alunos. No final do ano será inaugurada uma nova creche com capacidade para 180 alunos.

Fonte: Imprensa Prefeitura Itaiópolis

http://www.ampla.org.br/conteudo/?item=2842&fa=1&cd=27863

Prefeitura de Pradópolis adquire novos ônibus para transporte de estudantes

A prefeitura colocará três ônibus à disposição
dos estudantes em 2011

para transporte de estudantes" id="img-integra">

O prefeito Antônio Carlos de Campos Rossi (Nê), de Pradópolis oficializou a compra de dois novos ônibus para uso da Secretaria de Educação. Os novos veículos serão utilizados no transporte de estudantes que cursam em Faculdades de cidades vizinhas.

O objetivo, segundo o prefeito, é atender os alunos, “Essas novas aquisições são necessárias para atender a demanda do transporte escolar”, destacou Nê. O investimento do poder executivo foi nos valores de R$ 97.600,00 e R$ 98.000,00.

Uma reunião que ocorrerá na próxima segunda-feira (7) definirá o itinerário dos dois novos ônibus. No entanto, é provável que esses veículos transporte estudantes para a cidade de Jaboticabal.

Outro ônibus fará o transporte para a cidade de Luiz Antônio. Dessa forma, a prefeitura colocará três ônibus à disposição dos estudantes em 2011.


Fonte:Jornal A Hora On Line

http://www.jornalahoraonline.com.br/cidade/integra.php?id=12265

Feira de Santana-Novos ônibus em circulação na cidade

17/2/2011


Veículos atendem linhas que interligam terminais

Os cinco novos ônibus do Sistema Integrado de Transporte (SIT) já estão circulando na cidade, desde a terça-feira (15). Eles foram direcionados às linhas troncais, que interligam os terminais central, norte e sul.

Três veículos estão na “linha 01”, que interliga os terminais central (localizado no bairro Tanque da Nação), norte (localizado no bairro Cidade Nova) e sul (no Centro Industrial do Subaé), e dois na “Linha 02”, que interliga os terminais norte e sul, via avenida João Durval Carneiro.

Durante a entrega dos veículos na segunda-feira (14), o chefe de tráfego do Sincol, Tarcílio Nascimento, destacou que as localidades foram definidas em razão da grande demanda de passageiros.

Os novos carros são mais longos, têm capacidade para 50 pessoas sentadas e outras 25 em pé, o que atende a população de forma mais dinâmica. Também dispõem de câmeras de segurança, GPS, elevadores para portadores de necessidades especiais, iluminação tipo LED, sistema de bilhetagem eletrônica, motor MWM e chassi Volkswagen, além de assentos confortáveis.

Outros 15 ônibus serão inseridos no SIT ainda neste primeiro semestre. Com isso serão totalizados 71 ônibus novos entregues à população desde o início de 2009, o que representa mais de 30% da frota renovada.


Fonte: Prefeitura Municipal de Feira de Santana

http://www.feiradesantana.ba.gov.br/noticia.asp?id=7106

São Paulo inicia programa Ecofrota

15 de Fevereiro de 2011

1.200 coletivos recebem mistura de biodiesel

Empresa VIP participa de projeto piloto

Para conter o alto volume de emissão de poluentes no ar de São Paulo, a prefeitura da cidade deu início ao Programa Ecofrota, que consiste na utilização progressiva de combustíveis limpos nos ônibus. Na última sexta-feira, 11, 1.200 coletivos foram abastecidos com o B20, mistura de 20% de biodiesel ao diesel convencional.


Além de prometer reduzir em 22% a emissão de material particulado na atmosfera, de acordo com a prefeitura da capital paulista, o programa integra o plano de reduzir a utilização de combustíveis fósseis no sistema de transporte público, prevista na Lei de Mudanças do Clima, que requer a substituição total até 2018.

"O diesel como era usado no Brasil tem prazo determinado e em breve será tirado de uso em São Paulo no transporte público. Fizemos um plano de redução de emissão em cima de outras experiências mundiais. A prefeitura está trabalhando para acabar com a utilização de combustível fóssil", explicou Marcelo Cardinale Branco, secretário municipal de Transportes e presidente da CET e da SPTrans.

Homologada pela ANP (Agência Nacional de Petróleo) a nova mistura está sendo utilizada nos ônibus da empresa VIP (Viação Itaim Paulista), servindo como projeto piloto com essa porcentagem de biodiesel produzido com as sementes de algodão, soja e milho, em São Paulo.

Novas ações

O prefeito Gilberto Kassab confirmou para maio deste ano o início da operação de 50 ônibus movidos a etanol. Antes disso, em março, serão feitos novos testes com um veículo híbrido. Essas ações no transporte coletivo da cidade estão sendo complementadas com renovação da frota.

Fonte: Webtranspo - Foto: Divulgação
http://www.webtranspo.com.br/passageiros/21418-sp-inicia-programa-ecofrota-com-b20

Estação santista comemora 144 anos

17 de Fevereiro de 2011

Valongo recebeu imigrantes a partir de 1867

Hoje, local serve de espaço para atração turística

Uma das estações mais antigas do Brasil completou 144 anos nesta semana. Atualmente aberta apenas para servir de atração turística, a Estação Valongo, em Santos (SP), foi o marco zero da construção da ferrovia São Paulo Railway e foi a porta de entrada no País para os imigrantes que atravessaram o atlântico no século passado.

“Os visitantes gostam da história da estação, tanto sobre o transporte do café, proveniente do interior, quanto dos imigrantes que chegavam no porto e depois embarcavam nos trens para se dirigir às lavouras”, afirmou Maria Leopoldina do Patrocínio e Silva.

De acordo com informações da secretaria, a Estação do Valongo foi inaugurada em 1867 com a chegada do primeiro trem a vapor de São Paulo à cidade. Por ela passou a maior parte da riqueza que ajudou a construir São Paulo e o Brasil. Entretanto, a abertura da Via Anchieta, em 1947, iniciou um processo de sesativação. A última viagem aconteceu nos anos 1990 e o prédio acabou abandonado.

Em maio de 2000, o prédio passou a abrigar o setor administrativo da Guarda Municipal. Em setembro do mesmo, o local recebeu o bondinho da recém-inaugurada linha turística. Em 2004, a prefeitura santista reformou o prédio e deslocou a Setur (Secretaria de Turismo) para lá.

Fonte: Webtranspo - Foto: Divulgação
http://www.webtranspo.com.br/ferroviario/21447-estacao-santista-comemora-144-anos

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

São Carlos-Agentes de trânsito fiscalizam ônibus do transporte rural

15/02/2011

A Secretaria de Transporte e Trânsito da Prefeitura de São Carlos realizou na primeira quinzena deste mês a vistoria semestral dos ônibus da empresa que faz o transporte rural dos alunos da cidade.

Os agentes de trânsito verificaram entre outros itens de segurança a condição dos pneus, molas, amortecedores, freio, suspensão, transmissão, cintos de segurança, extintor de incêndio, abertura das janelas, saídas de emergência e condição dos bancos.

Para o diretor de transportes da Prefeitura, Eduardo Giannetti, a vistoria é importante porque garante o cronograma de manutenção dos veículos. “Isso gera maior segurança aos pais e alunos e principalmente aos passageiros que utilizam este tipo de transporte”, explica.

Educação em números – Na área rural, atualmente, o município transporta cerca de 1.800 alunos de escolas municipais e estaduais, com 54 rotas nos períodos da manhã, tarde e noite. Na área urbana são 110 transportadores escolares cadastrados no município (Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito) que estão autorizados a realizar a atividade, considerando o limite de um veículo a cada dois mil habitantes.

O transporte na área rural de São Carlos tem custo anual de R$ 4 milhões. Pelo convênio, a Prefeitura gasta R$ 2.918.318,00 complementados com R$ 100 mil de recursos do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar (PNAT) do governo federal e R$ 981.682,00 de repasse da Secretaria Estadual de Educação.

Em 2010, a Prefeitura comprou cinco novos ônibus para o transporte escolar rural e as escolas da Rede Municipal de Ensino receberam 400 computadores – sendo 300 notebooks, projetores multimídias e oito lousas digitais para as escolas de ensino fundamental. Além disso, foi implantado o boletim eletrônico que permitirá aos pais acompanharem o desempenho dos alunos na escola, com apresentação das notas e frequência escolar.

O Programa de Alimentação Escolar da Prefeitura fornece merenda para 118 unidades escolares entre creches, escolas de Ensino Infantil, Fundamental e Médio e para os alunos do EJA (Educação de Jovens e Adultos) totalizando 60 mil merendas por dia.

Grande parte dos alimentos da merenda escolar são adquiridos de agricultores familiares cadastrados nos programas Compra Direta Local e Aquisição de Gêneros para a Merenda Escolar. A iniciativa colabora para fixação do homem à terra, garantindo a compra de sua produção, gerando renda e emprego e contribuindo de forma eficiente na elevação da qualidade de vida dos agricultores familiares. Ao mesmo tempo, o programa permite a aquisição de produtos frescos e de excelente qualidade garantindo que os alunos tenham uma alimentação saudável e nutritiva.


Bertioga vai erguer rodoviária, estimada em R$ 1,18 milhão

15 de fevereiro de 2011

Da Redação


Créditos: Rogério Soares
Pessoas residentes em bairros distantes serão beneficiadas

A construção do primeiro Terminal Rodoviário de Bertioga teve início esta semana. Ao custo de R$ 1,18 milhão, o empreendimento será erguido em uma área onde hoje está um campo de futebol, localizado na Rua Roberto de Almeida Vinhas, Jardim Vista Linda.

O prefeito Mauro Orlandini assinou na última quinta-feira o contrato de construção e também a ordem de serviço para início da obra, cujo primeiro passo é a sondagem da área.

A execução do empreendimento fica por conta da empresa PS Engenharia Construção e Comércio Ltda. Desse montante, R$1 milhão vem da emenda parlamentar da deputada estadual Haifa Madi (PDT). Os R$ 187.771,21 restantes formam a contrapartida da Prefeitura de Bertioga. O terminal será construído em um terreno de 1.127,70 mil m
2 (do total de uma área de 9.229,45 m 2) às margens da Rodovia Rio-Santos e tem prazo de execução de 360 dias.

Segundo Orlandini, a obra vai reduzir o deslocamento das pessoas residentes em bairros distantes como Boraceia, Guaratuba, São Lourenço, Riviera de São Lourenço e Jardim Indaiá, que hoje precisam se locomover até a região central da Cidade para embarcar em linhas intermunicipais. "É mais um avanço de nossa Administração, sempre pensando em melhorar a qualidade de vida da população".

Detalhes


No contrato está prevista a construção de seis baias de ônibus com galeria para embarque e desembarque; oito lojas de 11 a 15 m2 cada para uso comercial; Juizado de Menores, Posto da Polícia Militar, Ambulatório de Saúde, área administrativa, alojamento para motoristas, guichê de informações, guichês de vendas de passagem, banheiros e fraldários.


Fonte: Jornal A Tribuna Santos

http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=79866&idDepartamento=5&idCategoria=35